Tratamentos alternativos para cães

Autor: 
Consultant Dr. William Fortney

A medicina veterinária moderna tem feito muitos avanços. Novas vacinas, medicamentos, auxílios diagnósticos e técnicas cirúrgicas que jamais foram sonhadas são realidades, ajudando os animais de estimação a terem vidas mais longas e saudáveis. Mas alguns veterinários estão olhando para o passado para encontrar tratamentos bem sucedidos que confiem em substâncias naturais como ervas ou remédios homeopáticos ou manipulações físicas como massagem, quiroprática ou acupuntura. Terapias alternativas para cães que foram usados para tratar problemas de pele, distúrbios digestivos e outras doenças. Claro, um diagnóstico preciso deve ser feito antes de você começar qualquer tipo de tratamento, mas muitos cães podem se beneficiar de uma combinação qualificada e sensível de terapias alternativas e tradicionais.

Alguns veterinários incorporam a medicina alternativa para cães em práticas tradicionais, enquanto outros se especializam em tratamentos como acupuntura ou homeopatia. Uma graduação de veterinário não é necessária para praticar algumas terapias alternativas, embora muitos estados exijam que essas terapias sejam administradas a animais com supervisão de um veterinário. Com o treinamento adequado, contudo, tanto veterinários quanto não-veterinários podem realizar acropressura ou massagem em um animal. Eis algumas terapias alternativas e seus usos.

Acupuntura. O uso de acupuntura e acropressura tem milhares de anos. Essas terapias foram desenvolvidas na antiga China e são baseadas na teoria do fluxo de energia através de um sistema de canais (chamados meridianos) que fluem através do corpo e são ligados a certos órgãos internos. A doença é vista em grande parte como a desarmonia neste fluxo interno de energia e o objetivo da acupuntura é restaurar o equilíbrio. Os acupunturistas podem fazer isso usando agulhas, pressão dos dedos, fontes de calor ou outros métodos para manipular certos pontos específicos (ou acupontos) ao longo dos meridianos. A pesquisa científica ocidental ainda está em débito para explicar por que a acupuntura funciona. Algumas teorias sugerem que a inserção das agulhas aumenta a produção corporal de endorfinas (substâncias que fazem você se sentir melhor e mais confortável) e bloqueia a transmissão dos sinais de dor da coluna vertebral até o cérebro.

Quando a acupuntura foi amplamente introduzida no Ocidente na década de 70, a instituição médica não acreditava que funcionava. Desde então, a acupuntura gradualmente ganhou respeito como um tratamento viável em muitos casos. Na medicina veterinária, a acupuntura canina foi usada para tratar alergias, atrite, constipação, diabetes, doenças dos rins e doença hepática.

Com direção de um acupunturista treinado, você pode fornecer assistência doméstica para algumas doenças manipulando os meridianos de seu cão com pressão dos dedos. A acupressura pode ser benéfica para cães com artrite, distúrbios digestivos e tensões musculares.

Quiroprática. Desenvolvida no século XIX, a quiroprática é baseada na idéia de que a energia nervosa flui através da coluna cervical. A energia fica bloqueada se a coluna cervical está desalinhada. Os quiropraticantes manipulam o sistema músculo-esquelético com movimentos rápidos e gentis (chamados ajustes) para restaurar o movimento ou função normal de juntas e tecidos adjacentes. Assim como com a acupuntura, não temos uma explicação científica sólida sobre como ou por que exatamente a quiroprática funciona, mas tem sido usada para tratar vários problemas, de distúrbios estomacais a artrite.

Herbologia. As ervas e flores provavelmente estão entre as primeiras alternativas para tratar doenças. Também sabemos que os animais comerão plantas em resposta a certas doenças. Atualmente, alguns dos medicamentos e tratamentos mais amplamente usados são derivados de plantas, incluindo a dedaleira (dedal), para certas doenças cardíacas e a piretrina (crisântemo), um ingrediente principal em muitos produtos de controle de pulgas. Foi descoberto que os produtos químicos em remédios herbais fortalecem o sistema imunológico, fornecem alívio da dor e acalmam a mente.

Você pode gostar da idéia de usar remédios herbais pois são naturais, mas como qualquer outro medicamento, as ervas medicinais podem ser perigosas se não forem usadas adequadamente. Devem ser administradas apenas com supervisão veterinária e em consulta com alguém treinado no uso das ervas. O meio mais seguro e eficaz de usar ervas em casa, é para o tratamento de problemas externos, como infestações por pulgas ou doenças de pele. Antes de tratar seu cão com qualquer preparo herbal, pergunte a um veterinário holístico qualificado.

Homeopatia. A medicina homeopática foi praticada por cerca de 200 anos e foi criada pelo médico alemão Samuel Hahnemann. Através de testes e observações, Hahnemann descobriu que as substâncias que produzem certas reações em pessoas saudáveis - como protuberâncias comichosas e inchadas causadas por veneno de abelha - poderiam estimular uma resposta curativa em alguém com uma doença que tenha sintomas similares. Assim, um preparado homeopático de veneno de abelha administrado a uma pessoa com erupções cutâneas parecendo e sentindo como picadas de abelha aliviaram os sintomas. Este princípio fundamental da homeopatia ("igual cura igual") foi observado pelos antigos gregos e novamente em épocas modernas com drogas como a ritalina (um estimulante para tratar a hiperatividade) e pílulas contraconceptivas (os hormônios que regulam a fertilidade).

Antes de receitar alguma coisa, um veterinário homeopático perguntará a você sobre o estilo de vida, dieta e comportamento de seu cão. Como o ambiente é analisado, o veterinário irá prescrever um remédio homeopático. Além de medicamentos homeopáticos, o veterinário pode usar tecidos de sais ou essências florais para estimular o corpo. A homeopatia é uma modalidade de cura verdadeiramente holística: além de tratar problemas médicos, os remédios homeopáticos são concebidos para levar em conta e tratar questões comportamentais e emocionais relacionadas.

Os remédios homeopáticos são preparados por sucessivas diluições e agitação da substância original até haver pouco, se houver traço físico. Como os ingredientes ativos nos poderes comuns dos remédios homeopáticos ocorrem em quantidades pequenas, os efeitos colaterais não são um problema, tornando os remédios homeopáticos um modo seguro e natural que tratam de ferimentos pequenos e doenças em casa. Observação: os homeopatas alertam que o uso do remédio errado pode suscitar um caso brando dos sintomas que o remédio trata.

Problemas comuns que respondem a remédios homeopáticos em casa incluem pequenos distúrbios estomacais, picadas de abelha ou mordidas de outros insetos e pequenos ferimentos como cortes ou arranhões. Outros remédios populares incluem os que acalmam as coceiras causadas por mordidas de pulgas e a ansiedade causada viagem de carro ou visitas ao veterinário. As fórmulas para aliviar as dores da artrite; que mantêm as orelhas limpas e saudáveis; e resolvem casos brandos de diarréia também estão disponíveis.

Massagem. A massagem faz mais do que apenas proporcionar bem estar. O esfregamento pode ajudar um cão a se recuperar mais rapidamente de ferimentos ou doenças, melhorar sua flexibilidade e mobilidade, estimular a circulação sangüínea, aliviar a tensão muscular e ajudar a manter seus tecidos flexíveis. Dependendo das técnicas que você usa, uma massagem pode energizar ou relaxar seu cão.

Oferecer uma massagem regular a seu cão é um bom método de se tornar familiar com o aspecto de seu corpo, então você perceberá quaisquer inchaços, protuberâncias ou outras alterações. Um cão massageado também o leva a se acostumar com a manipulação - algo que seu veterinário irá  apreciar.

Nós abordamos muitas facetas do tratamento médico para cães. Congratule a si mesmo por ser um proprietário de cão bem-informado; sua família e seu animal de estimação lhe agradecerão algum dia.

Publications International, Ltd.