Como cuidar de um cão doente

Autor: 
Consultant Dr. William Fortney

Sempre que seu cão precisar de tratamento, sua recuperação será mais rápida se ele receber muito cuidado e carinho. Depende de você garantir que ele tenha descanso, coma direito, tome todos os remédios e não se agite muito.

Prepare uma cama confortável para ele em uma área sossegada. Pode ser em um dormitório, na lavanderia ou num banheiro pouco usado. Se você tiver crianças em casa, não deixe que elas aborreçam muito o cão. Elas podem ir vê-lo, uma de cada vez, durante alguns minutos a cada dia, mas sem brigas ou sons altos até que o cão melhore.

Sirva um alimento aquecido  ou chame a atenção dele com algo que cheire bem, como caldo de frango, de carne ou ovos mexidos, o que fará com que melhore o apetite do cão. Assegure-se de consultar o veterinário antes de complementar sua dieta, para assegurar que não esteja oferecendo nada que não deva. O cão também precisará de muita água fresca. Disponibilize para ele água suficiente.

Siga estritamente as instruções do veterinário quando ele começar a se exercitar. Se seu cão estiver se recuperando de uma cirurgia, especialmente de osso fraturado, é importante que ele não se exceda. É difícil manter um bom cão quieto, mas se você quiser que ele se recupere de maneira apropriada, você terá que ser firme.

Finalmente, mesmo que ele pareça estar bem, não pare de dar todos os remédios prescritos, pelo tempo determinado pelo veterinário. 

Antes que você leve seu cão para casa, peça ao veterinário ou a um técnico para mostrar como dar o remédio de maneira apropriada. 

Ministrando remédios para cães

Se você já for dono de um cão há algum tempo, sabe o que fazer quando ele engolir o remédio, pois nem sempre é fácil. São poucos os cães que tomam remédios de boa vontade, de modo que aqui vão algumas dicas úteis para dar remédios para seu cão em casa.

Pílulas - se você tiver sorte, seu cão pode ser um desses que tomam pílulas sem qualquer objeção. Para outros, pode ser mais fácil que outra pessoa imobilize o cão enquanto você dá o remédio a ele. Entretanto, com prática, a maioria dos donos pode aperfeiçoar a técnica o suficiente para dar pílulas a ele sem precisar de ajuda.

Assegure-se de que você tenha a pílula pronta antes de começar. Segure firmemente a cabeça do cão com uma mão ou, se ele for pequeno, prenda-o firmemente entre seus joelhos enquanto se ajoelha no chão. Se você estiver tratando de um filhote ou cão de raça pequena, pode ser mais fácil enrolá-lo em uma toalha de modo a imobilizá-lo ou colocá-lo em uma mesa ou balcão. 

Usando os dedos indicador e médio, abra suavemente a boca do cão e coloque a pílula o mais fundo que puder. Feche a boca do cão e levante sua garganta para que a pílula desça.

Outra maneira de dar pílulas é inclinar a cabeça do cão com a uma das mãos. Com a outra mão, segure a pílula entre o polegar e o indicador e use o dedo médio para abrir a boca. Coloque a pílula no fundo da boca e use o indicador para empurrar a pílula pela língua. Para forçá-lo a engolir, mantenha sua boca fechada e esfregue ou assopre em seu nariz.

Se tudo isso falhar, disfarce a pílula, enfiando-a em algo macio e gostoso. A menos que o cão seja realmente esperto ou cauteloso quanto ao que põe na boca, a pílula será engolida sem que ele perceba. Como alguns remédios que precisam ser dados com o estômago vazio, que interagem com certos alimentos ou não devem ser mastigados por engano, pergunte ao veterinário se está certo dar a pílula dessa maneira.

Medicamentos líquidos - mais uma vez, deixe o remédio pronto: se necessário, agite o frasco, meça a dose e encha o dosador. Pegue o cão. Segure-o da mesma maneira que você faria para dar pílulas. Mantendo a cabeça inclinada para cima, abra a boca do cão e com o conta-gotas dentro da boca, mantenha ela fechada e goteje o medicamento. Ele engolirá automaticamente quando o líquido alcançar a parte de trás da boca. Assegure-se de que ele tenha engolido antes de soltar sua boca. Somente para ter certeza, esfregue ou assopre o nariz.

Medicamentos para o ouvido - observe bem o cão. Segure suas orelhas de maneira suave, mas firme e incline ligeiramente a cabeça para o lado oposto. Pingue a dosagem correta na orelha e dobre a orelha suavemente para baixo ou junte-as e esfregue a cartilagem na base da orelha para que o medicamento escorra pelo canal auditivo. Isso também ajuda a manter a maior parte do medicamento na orelha do cão se ele chacoalhar a cabeça depois disso.

Colírios - tenha tudo pronto e meça a dosagem apropriada. Imobilize o cão de maneira suave, mas firme. É especialmente importante manter sua cabeça imobilizada de modo que o medicamento atinja o olho. Segure o conta-gotas com uma das mãos, incline a cabeça do cão e aponte as gotas para a parte interna do olho, diretamente no globo ocular. Não encoste a ponta do conta-gotas no olho. Para garantir que o medicamento seja distribuído de maneira uniforme pelo olho, feche e abra as pálpebras.

Ungüentos - algumas vezes, são prescritos ungüentos para olhos e ouvidos. Para aplicar o ungüento nos olhos, segure firmemente a cabeça do cão e abra suavemente a pálpebra inferior, expondo a parte interna da pálpebra. Coloque o ungüento dentro da pálpebra inferior. Tome cuidado para não administrar diretamente no globo ocular. Você também pode puxar a pálpebra superior para trás e colocar o ungüento na córnea do olho. Para garantir que o medicamento seja distribuído de maneira uniforme pelo olho, feche e abra as pálpebras do cão. Para aplicar ungüento em orelhas, siga as mesmas instruções que para medicamentos para os ouvidos.

Mostramos os principais tópicos quanto aos cuidados com seu cão em casa, incluindo remédios para a maioria das doenças caninas mais comuns. Você ficará mais confiante quanto à capacidade de cuidar de seu cão.

Kit doméstico para primeiros socorros veterinários
Kits de primeiros socorros estão disponíveis em lojas e também podem ser pedidos através de catalógos. Você também pode montar um você mesmo, com itens que tenha em casa. Deixe o kit onde possa ser facilmente encontrado e inclua o cartão de visita do veterinário, junto com o número de telefone e instruções para se chegar à clínica veterinária mais próxima. Examine o kit de vez em quando para garantir que todos os suprimentos estejam em ordem e que tudo esteja dento do prazo de validade. Os seguintes itens compõem um kit básico de primeiros socorros:
/>
  • carvão ativado (disponível em farmácias) par absorver venenos;
  • esparadrapo para prender bandagens;
  • ungüento ou pó antibacteriano para limpeza de ferimentos;
  • agente antidiarréico (pergunte a dose apropriada para controlar a diarréia de seu cão);
  • tesoura de ponta redonda para tosar pêlo de ferimentos e cortar as bandagens;
  • bolas e hastes de algodão;
  • compressas e rolos de gaze para bandagens;
  • água oxigenada (a 3%) para limpeza de ferimentos;
  • laxante ou antiácido;
  • geléia lubrificante ou de parafina para lubrificar o termômetro;
  • seringas sem agulha para ministrar medicações líquidas;
  • talas de gesso para membros fraturados;
  • conta-gotas plástico para administrar medicações líquidas ou colírios;
  • termômetro;
  • álcool;
  • xarope de ipecacuanha para induzir o vômito;
  • pinças;
  • alicate de ponta fina para remover espinhos de ouriço ou outros itens presos na boca ou na garganta;
  • guardanapos higiênicos para ajudar a estancar sangramentos;
  • toalhas.

Publications International, Ltd.