Primeira impressão é a que fica, comprovam cientistas

Autor: 
Mariana Noffs

 

Se tiver dúvidas, pergunte. Não vai fazer mal, certo?
© istockphoto.com /Yuri_Arcurs

Parece que há uma razão científica para o ditado "a primeira impressão é a que fica". Um time de psicólogos do Canadá, Bélgica e Estados Unidos publicou uma pesquisa na revista Journal of Experimental Psychology: General que sugere que mesmo que novas experiências possam mudar a opinião das pessoas, a primeira impressão fica "presa" ao contexto em que aconteceu. Como resultado, as novas experiências influenciam as reações das pessoas apenas naquele contexto em particular, enquanto a primeira impressão ainda domina em outros contextos.

"Imagine que você tem um novo colega de trabalho e sua impressão daquela pessoa não foi muito favorável", explica o líder do estudo, Bertram Gawronski. "Algumas semanas depois, você encontra esse colega em uma festa e percebe que ele é na verdade muito legal. Mesmo que você saiba que sua primeira impressão estava errada, sua intuição sobre seu colega será influenciada pela nova experiência apenas em contextos similares à festa. No entanto, aquela primeira impressão ainda vai dominar os outros contextos".

Para conduzir o estudo, os psicólogos mostraram informações positivas ou negativas sobre um indivíduo desconhecido aos voluntários. Mais tarde, os participantes receberam novas informações sobre o mesmo indivíduo, que eram inconsistentes com a informação inicial. Para estudar a influência dos contextos, os pesquisadores sutilmente mudavam a cor de fundo da tela do computador enquanto os participantes formavam a impressão da pessoa.

A pesquisa também é importante para o tratamento de distúrbios psicológicos. "Se alguém tem fobia de aranha e está procurando ajuda com um psicólogo, a terapia será mais bem sucedida se ocorrer em contextos diferentes, e não apenas no consultório do psicólogo", diz Gawronski.

Artigos relacionados

Publicado em 19/01/2011