Irrigação por gotejamento

Autor: 
Shane Speck

Enquanto os métodos de irrigação por superfície baseiam-se na irrigação de toda a superfície do campo e a irrigação por aspersão deixa as plantas úmidas e ocasiona escoamento, a irrigação por gotejamento é melhor controlada. A água é vagarosamente fornecida a uma área específica, próxima às raízes da planta, por uma rede de gotejadores.

irrigação por gotejamento
Foto cedida por USDA ERS
Irrigação por gotejamento

Apesar do nome, esses pequenos orifícios - do tamanho de uma pequena moeda - não ficam gotejando, pendurados acima das plantas, eles são distribuídos ao longo do solo. Ligados a uma fonte apropriada de água por uma mangueira alimentadora principal, eles fornecem uma vazão lenta e permanente de água. Uma alternativa para a irrigação por gotejamento é a cinta de gotejamento, que nada mais é do que uma extensão de mangueira com gotejadores embutidos.

linha de gotejamento

A irrigação por gotejamento fornece água perto da base da planta, deixando a parte superior da folhagem seca e menos suscetível a fungos.

A vantagem de se utilizar a irrigação por gotejamento é, basicamente, o controle. Esse método de irrigação é preciso e econômico. Um aspersor de grama comum, por exemplo, pode medir a vazão de água em litros por minuto - um valor em torno de quatro e dezenove é o normal. Um gotejador, por outro lado, é classificado em litros por hora. A vazão de água é tão vagarosa que é facilmente absorvida pelo solo. Em um sistema bem ajustado, há pouca probabilidade de excesso de escoamento de água e desperdício.