Gatos domésticos

Por que nós os amamos

Mesmo que, em troca, eles apenas nos suportem. É difícil resistir ao encanto dos gatos, e existe até uma explicação científica: eles usam o "fator fofura" para nos dominar.

Leia mais em VEJA.com

Você já se perguntou por que os gatos sempre caem em pé? Ou por que os gatos tendem a caçar ratos e pássaros, não importa quão bem já estejam alimentados? Como os donos de gatos, os cientistas também ficam intrigados com o comportamento e com as características físicas dos gatos. Ecologistas dizem que o número médio de gatos mantidos como animais de estimação seja de 67 milhões apenas nos Estados Unidos - o que significa que os animais têm uma significativa influência na ecologia das áreas urbanas. E estudos sobre o aspecto físico e comportamental não apenas acrescentam mais conhecimento sobre todos os membros da família dos felinos, mas também trazem benefícios práticos para milhões de donos de animais de estimação.


© istockphoto.com / Brianna may

Muito do atual interesse científico nos gatos vem da mudança de comportamento com seres humanos. Por anos, a maioria dos gatos nos Estados Unidos viveu em estado selvagem ou semisselvagem em cidades, fazendas ou no campo. Eles reproduziram e proliferaram porque as pessoas os alimentavam, ou porque armazenavam comida, o que atraía roedores - que eram presas para os gatos. Hoje, mesmo que ainda existam muitos gatos selvagens, outros milhões atingiram o status de membros da família e vivem em ambientes dominados pelos humanos. E após muito tempo sendo negligenciados pelas pesquisas científicas, os gatos atraíram a atenção dos biólogos.