Desvantagem dos fogões de indução: trocar as panelas

Autor: 
Nicholas Gerbis

Panelas especializadas

Os fogões de indução existem na Europa há tempo suficiente para que
muitos tipos de panelas especializadas, como panelas de pressão, tenham
surgido. No entanto, alguns itens mais especializados podem demorar
mais tempo.

Se você é um gastrônomo e está pensando em comprar fogão de indução, existe a chance de que tenha adquirido panelas de vidro, cobre ou alumínio ao longo dos anos. Caso isso proceda, se prepare porque não poderá usá-las em seu fogão de indução – ele requer panelas ferromagnéticas para funcionar.

Embora seja teoricamente possível criar um fogão de indução capaz de funcionar com panelas de outros tipos de metal, o setor não está caminhando nessa direção, primordialmente porque o volume de energia necessário a que funcionassem tornaria o fogão ineficiente.

Lembrem-se: os fogões de indução usam a alta resistência do ferro em seu benefício, convertendo um pouco de corrente em muito calor. Tendo isso em mente, alguns fabricantes começaram a acrescentar uma chapa de ferro ao fundo de suas panelas não ferromagnéticas, o que permitiria seu uso em alguns fogões de indução.

A boa notícia é que você já deve ter panelas magnéticas em casa. Uma frigideira de ferro fundido serve como exemplo, e panelas de inox idem. Se você não está seguro de que suas panelas funcionarão, teste-as com um ímã. Se o ímã aderir ao metal, funcionarão. Alguns fogões de indução têm detectores que informam se a panela é apropriada.