Feng Shui, decoração em busca da energia positiva

O Feng Shui é uma corrente de pensamento chinês que, acredita-se, tenha algo em torno de cinco mil anos de tradição. Em português, a expressão significa vento e água. Embora não exista qualquer embasamento científico, essa linha de estudos parte da observação de alguns elementos tentando harmonizá-los no ambiente com o objetivo de aproveitar as forças benéficas da natureza e afastar as influências nocivas.

O objetivo inicial do Feng Shui é preservar as boas influências do local onde suas técnicas são empregadas e permitir que elas sejam distribuídas por todo o lugar. Depois, de acordo com o posicionamento dos móveis e apetrechos, busca-se a redução das influências negativas que podem estar presentes em construções ao seu redor. Por fim, tenta-se implementar curas que visam melhorar a saúde e o bem-estar dos moradores.

A técnica se expandiu no ocidente no século XIX quando imigrantes chineses a divulgaram nos Estados Unidos. Algumas linhas de atuação se desenvolveram e escolas de Feng Shui foram criadas com variantes sobre como devem ser aplicados os fundamentos dessa cultura oriental. Sua aplicação depende do lugar onde a residência é localizada, mas existem algumas dicas para decorar os ambientes seguindo regras básicas dessa tradição chinesa. Vamos conhecer algumas a seguir.

1) Reduza o entulho

Acumular objetos deixa a energia parada. Por isso, um dos princípios básicos do Feng Shui é a redução do entulho. Ao iniciar uma decoração é preciso se livrar de tudo que não serve mais. Os objetos devem ser doados para caridade ou encaminhados para alguém que possa fazer bom uso dessas peças. Assim, cria-se espaço para que coisas novas possam ser colocadas.

2) Minha casa, minha vida

A técnica chinesa não tem nada a ver com programas governamentais, mas prega uma relação entre o espaço em que você mora e a sua própria vida. Por isso, faz as pessoas a escolherem um cômodo e o relacionarem com um tópico de sua caminhada. Por exemplo, um quarto é sobre relacionamentos. Outro a respeito da vida profissional. Assim, de acordo com a necessidade de cada momento, cada um poderia focar a decoração em um aspecto de sua vida que deseje estimular.

3) Visão aberta

No quarto, a cama nunca deve estar em linha direta com a porta, mas precisa ficar de frente para ela e em uma posição que permita a visão mais ampla de todo o cômodo. O mesmo acontece com a mesa/escrivaninha no escritório e o fogão, na cozinha.

4) Amor é fundamental

Na hora de colocar a decoração é fundamental que a pessoal o faça com amor. Cada gesto, desde a troca do saco de lixo até a renovação dos visual dos cômodos deve ser carregado de energia positiva.

5) Multiplique as cores

Diversifique o uso das cores no ambiente. Quando tudo é no mesmo tom, o ambiente tende a ficar excessivamente frio.

6) Móveis

Prefira móveis que tenham bordas arredondadas. Aqueles com acabamento pontudo são mais propensos a causar acidentes. Evite, especialmente na sala, colocar mobiliário excessivo. Deixe espaço para que as pessoas possam andar com liberdade e se sentar sem ter que recolher as pernas.

As mesas redondas ou ovais são as que propiciam mais energia positiva. As cadeiras e sofás devem priorizar o conforto ao design, serem cercadas por quadros e bem iluminadas. A mesa da sala de jantar é sinal de prosperidade. Deve ter uma fruteira, um arranjo de flores ou um espelho sobre ela.

7) Plantas e animais

As plantas são consideradas grandes geradoras de energia positiva. Além disso, também podem agregar cores e dar mais vida aos cômodos. Animais de estimação são muito bem-vindos.

8) Luz

A iluminação é importante. Busque, prioritariamente, a luz natural permitindo que os raios do sol e da lua possam penetrar no ambiente. Nos locais onde não for possível chegar a iluminação natural e mesmo as luzes do teto não conseguirem clarear o suficiente, apele para as luminárias.

9) Quartos

O local deve ser reservado para o descanso e a reposição das energias vitais. Por isso, objetos como televisão e computadores precisam ser evitados. Espelhos em demasia também são um obstáculo que precisa ser removido.

10) Cozinha

Comida é símbolo de prosperidade. E o alimento é essencial para o equilíbrio. Por isso, a limpeza é fundamental. O fogão deve estar sempre impecável com todas as bocas e o forno funcionando perfeitamente. A lixeira nunca pode ficar próxima desse utensílio e o lixo deve ser retirado regularmente.

11) Banheiros

É um dos cômodos considerados mais sensíveis pelos adeptos do Feng Shui, pois energias podem ser desperdiçadas se houver acúmulo de entulhos, a tampa do vaso não for abaixada, os ralos tampados e a janela deixada permanentemente aberta.

12) Gavetas

Os itens mais usados devem ser colocados nas primeiras gavetas. No fundo, as coisas que não são tão requisitadas. É possível recorrer às etiquetas adesivas para ajudar na melhor manutenção. Divisórias e pequenas caixas são bastante úteis para manter a harmonia. Organize os objetos por cor e não utilize as gavetas para ocultar a bagunça.

13) Portas e janelas

Devem sempre abrir totalmente. Se alguma coisa está impedindo que funcionem com perfeição, isso significa que algo em nossas vidas tem evitado que as oportunidades se abram livremente.

14) Mesa de trabalho

O computador deve ficar sempre no centro, pois é o lugar que simboliza sucesso e reconhecimento. O local precisa estar sempre bem iluminado. O lado direito é a área de relacionamento. É onde deve ser colocado o porta retrato com as fotos das pessoas amadas. O telefone, para atrair clientes, também fica nessa parte. Um objeto colorido, para chamar criatividade, completa o cenário. O lado esquerdo é da prosperidade. Reserve para os projetos em andamento e livros sobre carreira. Nunca deixe a lixeira nesse canto.

15) Vazamentos

A água é uma das bases do Feng Shui. Os vazamentos devem ser temidos, pois significa que a prosperidade está indo embora. Por isso, devem ser consertados imediatamente tão logo sejam identificados.