Critérios usados para julgar os cães em uma exposição

Autor: 
Jane McGrath

Em uma exposição de estrutura e beleza os juízes não comparam apenas os cachorros uns aos outros. Antes disso eles comparam cada cão aos seus próprios parâmetros idealizados de acordo com suas raças. Em outras palavras, quando o juiz olha para o seu Poodle, Totó, ele está comparando Totó aos padrões já estabelecidos de um Poodle ideal. Os padrões oficiais das raças variam em partes do corpo e outros atributos, incluindo:

•    proporção: proporções adequadas entre altura, largura e comprimento
•    peso
•    tamanho
•    olhos: cor, tamanho, forma
•    orelhas: forma, tamanho, posição
•    cabeça: formato
•    focinho: forma, comprimento
•    bigode: espessura
•    dentes: tipo de mordida (por exemplo, o nível da mordedura ou se é em tesoura)
•    cauda: como ela levanta e abaixa (por exemplo, quão alto consegue ir e até aonde o cão a abaixa)
•    ombros: ossos, músculos
•    pernas: músculos, postura, proporcionalidade
•    pelagem: textura, comprimento
•    cor: cores aceitáveis pela raça em questão

O juiz usará suas próprias mãos para inspecionar o corpo do cão, incluindo seus ossos e músculos. Além de avaliar características físicas como essas, os juízes também avaliam a caminhada do cão (marcha) e sua atitude. Por exemplo, um dos critérios pode exigir que o cão tenha uma atitude alegre, como um Beagle, ou orgulhoso como um Poodle. O American Kennel Club (AKC) reuniu os critérios a serem avaliados em cada uma das raças já reconhecidas por eles. Essas informações vieram de clubes e organizações que são especializados em tais raças. O cão que o juiz acredita ser o que mais combina com os critérios estabelecidos para a sua raça é o vencedor da competição.

Os juizes tocam os cães para avaliar músculos e ossos
© istockphoto.com / Majoros Laszlo
Os juizes tocam os cães para avaliar músculos e ossos

Agora que já sabemos o que os juízes avaliam, vamos dar uma espiada no que acontece por trás dessas exposições.

 

A história do Westminster

O Westminster Kennel Club realiza uma exposição de dois dias todo ano
no Madison Square Garden, em Nova York. O evento é realizado desde 1877
e supera até mesmo o American Kennel Club,que começou a promover a sua
exposição em 1884. Essa primeira exposição atraiu mais de mil cães e
cresceu tanto que os organizadores tiveram que estabelecer um número
máximo de participantes – 2.500 [fonte: WKC - em inglês]. Por a grande maioria
acreditar que é muito difícil comparar cães de diferentes raças, a
exposição não dá um prêmio do Melhor Cão da Exposição desde 1907
[fonte: Stifel - em inglês].

Aqui vão alguns recordes notáveis estabelecidos na exposição de Westminster:

•    Raça que mais venceu: o Fox Terrier (wire) ganhou em 13 ocasiões.
•  
 Cães que mais venceram: Ch. Warren Remedy, que era um Fox Terrier de
pelo liso(smooth), venceu três vezes seguidas – de 1907 a 1909.
•  
 Cachorro mais novo: um Collie de pelo longo (rough), de nome Laund
Loyalty of Bellhaven, ganhou ao completer nove meses, em 1929.
•  
 Cachorro mais velho: o cão da raça Papillion, de nome Ch. Loteki
Supernatural Being, de oito anos de idade, venceu em 1999.
 [fonte: WKC - em inglês]