Características das estufas

Autor: 
Sara Elliott

Embora as estufas pareçam estruturas simples, elas possuem algo a mais que os olhos não veem. Estrutura confiável, cobertura, piso e ventilação são todos necessários para uma operação básica. Para sustentar o ambiente, um sistema de aquecimento e alguns processos automatizados, como irrigação por abastecimento de água dedicado, também podem ser necessários.

A estrutura: uma estrutura resistente é necessária para manter os painéis de plástico ou vidro que deixam entrar a preciosa luz e capturam calor na estufa. Estufas maiores também precisam de um alicerce. A estrutura pode ser feita de muitos materiais e os mais comuns são: alumínio, madeira, PVC rígido e aço galvanizado. O alumínio capta mais luz e também suporta painéis do tipo clip-on, tornando-o a opção mais comum.

As coberturas: geralmente referidas como coberturas vitrificadas, os painéis que cobrem as estufas são especialmente feitos para captarem a maior quantidade possível da radiação do sol. Elas também oferecem isolamento, são resistentes à deterioração causada pela radiação ultravioleta e são à prova de estilhaçamento. Os painéis podem ser feitos de vidro pesado ou qualquer um dos vários materiais sintéticos feitos para maximizar a exposição da luz e ajudar a reduzir a perda de calor. O vidro capta cerca de 90% da radiação solar, ajudando a reter o calor e impedir a luz ultravioleta [fonte: Hessayon]. Os sintéticos, embora mais baratos e algumas vezes mais resistentes do que o vidro, captam menos raios solares.

O piso: as estufas podem ter pisos muito simples feitos de lâminas de madeira ou mesmo um piso de terra pressionado. Enquanto que os conservatórios geralmente possuem pisos acabados, as estufas de trabalho geralmente possuem terra em seus perímetros e um telhado de madeira simples.

Um conservatório
© istockphoto.com / David Hughes
Um conservatório

 

Insetos de estufas

O controle de pestes da estufa pode ser um
biológico natural. As joaninhas (em inglês) são frequentemente
usadas em estufas para o controle de insetos destrutivos como os afídeos (em inglês), e pequenas vespas (em inglês) são
utilizadas para combater infestações de mosca branca. Isso reduz a necessidade de pesticidas
na estufa. Quando algumas estufas comerciais precisam de polinadores,
elas utilizam abelhas, no lugar de hormônios.

 

Explorar as plantas como um hobby nunca foi tão fácil. As estufas agora são mais baratas para comprar ou construir do que nunca. Desde kits pré-fabricados que podem ser adquiridos pela internet até materiais mais leves e resistentes para construir você mesmo, possuir uma estufa não é mais um sonho distante para o jardineiro comum. Manter e cultivar plantas é um passatempo popular no mundo todo e as estufas podem estender o tempo de cultivo sazonal para amadores e profissionais. Então, o que a construção da sua própria estufa envolve? Leia para descobrir.