Estilos de estufa

Autor: 
Sara Elliott

Estufas funcionais são construídas com uma função em mente e geralmente não possuem o estilo e os detalhes dos conservatórios e solários. As estufas funcionais são feitas para aproveitarem o sol e o calor disponíveis, fornecerem ventilação e permitirem uma área suficiente para plantação e manutenção. As estruturas geralmente são leves, simples e eficientes.

Cabana: as cabanas são um dos estilos de estufa mais baratos, e às vezes são chamadas de semi-estufas porque parecem uma estufa cortada pela metade, exatamente no meio. As cabanas são agregadas de outras instalações para apoiarem e compartilharem uma parede comum que fornece calor extra e abrigo. Embora as cabanas geralmente tenham custos mais baixos com material além da vantagem de estarem perto da eletricidade e da água, elas são limitadas em tamanho pela parede de suporte da instalação adjacente. Elas também precisam estar cuidadosamente situadas para poderem aproveitar toda a luz disponível.

Esplendor vitoriano

Kew Gardens

O Kew Gardens Temperate House
(em inglês) é a maior estufa vitoriana que existe. Ela também abriga a maior planta
indoor - a palmeira chilena (Jubaea
chilensis
).

O Kew Gardens de Londres, Inglaterra
© istockphoto.com / Ann Steer
O Kew Gardens de Londres, Inglaterra

 

Independente: posicionar uma estufa longe de outras estruturas pode ser um bom modo de maximizar a luz de todos os lados. Dependendo da área, isso pode ser importante no outono, ou quando o céu estiver nublado. Embora as estufas independentes possuam vários estilos diferentes, como estruturas em A, teto span e Quonset, o custo com material e acesso à água e uma fonte de calor suplementar são considerações importantes. Cultivadores comerciais geralmente erguem grandes estufas independentes de ponta a ponta para maximizar a eficiência e limitar a perda de calor.

Decorativa: estufas decorativas ou conservatórios possuem um passado longo e romântico. No século 19, elas estavam em todo lugar e representavam riqueza e refinamento. Até hoje, as redomas decorativas que trazem o exterior para dentro delas, como solários e decks fechados, são muito populares pelo valor estético em casas particulares e prédios públicos.

Estruturas frias e outras estruturas: você pode fazer uma estufa se tiver luz e conseguir fazer o ar circular. Isso pode ser conveniente porque é fácil fazer estruturas temporárias parecidas com estufas que podem receber sementes plantadas muito antes do último inverno e então, separadas até a próxima primavera. As estufas podem ser pequenas ou grandes, incorporarem uma janela profunda, um jarro ou até mesmo um tubo de plástico invertido, com alguma modificação.

A seguir, veremos as várias partes de uma estufa e por que elas são importantes.