Como escolher os produtos de limpeza

Autor: 
Seleções do Reader's Digest, do livro "Salve o Meio Ambiente"

É difícil saber quais as substâncias químicas a evitar nos produtos comerciais de limpeza. É um assunto complexo e nem todos concordam sobre quais substâncias são prejudiciais. Muitos rótulos não especificam todos os ingredientes e, mesmo quando o fazem, são difíceis de entender. Antes de escolher um produto químico de limpeza, tente descobrir quais são seus prováveis ingredientes.

Agentes de limpeza: o que há neles?

Cuidado!

Não use produtos de limpeza fortes perto de crianças. Elas podem ser afetadas, mesmo por pequenas quantidades.

Se você quiser saber o que há em um limpador, detergente ou sabão que use regularmente e o rótulo não for completo, terá de entrar em contato com o fabricante.

  • Ligue para o número do Serviço de Atendimento ao Consumidor no rótulo do produto (ligação gratuita) para perguntar sobre os componentes ou peça uma MSDS (folha de informações de segurança sobre produtos químicos), que identificará quaisquer ingredientes perigosos.
  • Vários produtos de higiene pessoal e de limpeza contêm uma classe de surfactantes (removedores de sujeira) chamada alquilfenol etoxilado. Dois deles, o nonilfenol e o octilfenol, interferem com os hormônios naturais, pois imitam o estrogênio e podem afetar os sistemas reprodutores de peixes, pássaros e mamíferos. Além disso, levam muito tempo para se biodegradarem.
  • O agente antibactericida triclosan é encontrado em alguns detergentes líquidos, sabonetes antimicrobianos e esfregões. Descobriu-se que reage com o cloro na água para formar clorofórmio, está intimamente relacionado à dioxina e não se biodegrada de imediato.
  • Compostos orgânicos voláteis (COVs), incluindo tolueno e tricloretileno, são encontrados em certos removedores de manchas, ceras de assoalho e lustradores. Alguns COVs estão associados ao câncer e outros, como o formaldeído (formalina), um ingrediente contido em alguns sabões em pó, podem causar problemas de saúde como náusea, espirros e erupções cutâneas.
  • Componentes de amônia quaternária, como cloreto de benzalcônio, brometo de cetrimônio, quatérnio 15 e quatérnio l-29, são usados em muitos produtos como germicidas, conservantes e surfactantes. Podem causar irritação nos olhos, além de diversos sintomas alérgicos.

Use com moderação

A amônia em geral não é considerada nociva ao ambiente. Mas pode ser prejudicial para pessoas com problemas respiratórios. Use numa área bem ventilada e nunca misture com alvejantes de cloro.
O peróxido de hidrogênio é um alvejante oxidante que se decompõe rapidamente em água e oxigênio. De preferência, use alvejantes que contenham cloro.
Os álcoois metílicos devem ter 95% de álcool (etanol, normalmente derivado de plantas) e 5% de metanol (um subproduto tóxico do petróleo). Não inale ou beba e nem despeje no ralo.

Veja outras maneiras de salvar o meio ambiente, por Seleções