Como tratar um gato que está vomitando

Autor: 
Sheldon Rubin, DVM


cuidados com gato acidentado

O vômito é um dos problemas mais comuns encontrados na medicina veterinária. É a maneira pela qual os gatos livram seu estômago de substâncias irritantes que tenham causado mal estar, como comida estragada e bolas de pêlo ou plantas. Mas nem todo vômito deve-se a uma simples irritação.


Causas mais sérias de vômito são infecções virais, obstruções causadas por fios ou outros objetos estranhos e doenças do fígado, pâncreas ou rins. Contudo, é importante procurar ajuda profissional se houver sinais de sangramento ou se o gato estiver deprimido e ainda vomitando após esforços de controle terem falhado. Se um gato estiver vomitando, use as seguintes dicas:

1ª etapa: retire toda comida e água por um período de 12 a 24 horas.

2ª etapa: se o vômito do gato contiver sangue ou for freqüente, contate um veterinário imediatamente. Caso contrário, realize a 3ª etapa.

3ª etapa: após um período de 12 a 24 horas, alimente-o com uma mistura de pequenas quantidades de peito de frango cozido, sem pele e sem ossos, com arroz (igual proporção entre o arroz e o frango). Mas também é possível utilizar comida para bebês com sabor de frango. Se a comida parar no estômago, deve acontecer uma transição para uma dieta regular durante os próximos dois dias misturando-se comida de gato comum, reduzindo-se a quantidade de frango e arroz e aumentando-se as quantidades de comida de gato comum.

Vomitar pode ser um sinal de doença. Não se engane pensando que podem ser somente bolas de pêlo. Se o vômito continuar em um ritmo freqüente, deve-se procurar ajuda profissional.

Publications International, Ltd.