Como tratar um cão com dilatação gástrica

É difícil aceitar que um cão aparentemente saudável dentro de uma hora esteja lutando por sua própria vida. A dilatação gástrica é uma condição extremamente séria e potencialmente fatal. O tratamento profissional é urgente e não deve ser atrasado.

dilatação gástrica
2006 Publications International, Ltd.

A dilatação gástrica parece afetar mais as raças de cachorro grandes e com peito profundo do que as outras. Os sinais aparecem rapidamente e são inconfundíveis, eles incluem baba excessiva, marcha e agitação, abdômen aumentado e tentativas freqüentes de vômito, que produzem uma grande quantidade de espuma branca.

Não existe uma explicação científica satisfatória da causa da dilatação gástrica. Basicamente, o estômago enche de gás como um balão. Entretanto, no balão há espaço para expansão, no estômago não. Então, o gás pressiona o baço, o fígado e outros órgãos internos.

Se você suspeita que seu cão está com o estômago dilatado, leve-o imediatamente ao veterinário. A dilatação gástrica é normalmente seguida de uma torção (o estômago torce), que leva ao choque e morte dentro de poucas horas.

Para prevenir a dilatação e a torção, alimente seu cão com pequenas porções várias vezes ao dia ao invés de apenas uma porção grande, evitar exercícios físicos após as refeições também é importante.

Veja a próxima seção para conselhos sobre o que fazer se seu cachorro estiver com a perna quebrada, incluindo como fazer uma tala.