Como tratar um cão com ulceração pelo frio

Quando um animal é exposto a temperaturas congelantes por um longo tempo, sempre há a possibilidade de úlceras por causa do frio. Os sinais desse tipo de ulceração incluem dor, pele pálida nos primeiros estágios e vermelha ou preta nos estágios avançados.

As áreas mais passíveis de ulceração pelo frio são aquelas que têm pouco ou nenhum pêlo e as orelhas e ponta da cauda, que tem pouca circulação sangüínea. Ocasionalmente, se a lesão decorrente da ulceração for severa, parte da orelha ou da ponta da cauda pode cair. O veterinário deve ser procurado antes disso acontecer. Para cuidar adequadamente de um cão com ulceração pelo frio, use as seguintes dicas.

Passo 2
2006 Publications International, Ltd.

  • Contenha o cão, se necessário.
  • Aproxime-se do cachorro lentamente, falando em um tom de voz tranqüilizador.
  • Passe uma guia pelo pescoço do cachorro e então em volta de um objeto fixo. Puxe o cão contra este objeto e amarre a guia de maneira que o cachorro não consiga mover a cabeça.
  • Faça uma focinheira no cachorro para sua proteção, se necessário.
  • Aqueça a área com toalhas úmidas. A água deve ser morna (24ºC). NÃO use pomadas.
  • Se a pele ficar escura, leve o cachorro a um veterinário o mais rápido possível.


Assim como a exposição ao frio intenso, a exposição a o calor intenso também pode ser perigosa para o seu cachorro. Veja na próxima seção como tratar um cachorro com insolação.