Como prestar primeiros socorros ao seu cão

primeiros socorros para um cão

Você já viu um cachorro machucado em uma briga ou atropelado por um carro? Pode ser que você simplesmente tenha sentido muito e ido embora. Não que você não ligasse, mas porque não sabia o que fazer com o cachorro. Especialmente se você tem um, é importante que esteja preparado, pois ele depende de você para ser ajudado em uma situação de emergência.

Este artigo vai lhe dar as informações e técnicas de que você precisa para prestar primeiros socorros com confiança e talvez salvar a vida de um animal de estimação. Você aprenderá como lidar com uma grande variedade de emergências caninas, da ressuscitação cardiopulmonar ao tratamento de uma picada de inseto.

Uma caixa de primeiros socorros
Donos de animais de estimação devem ter esses itens  para o caso de uma emergência.
  • esparadrapo
  • bandagens e gaze
  • tesoura
  • faixas de pano limpo
  • alfinetes
  • régua de madeira ou abaixador de língua para fazer um torniquete
  • varetas de madeira para fazer uma tala
  • creme de hidrocortisona
  • focinheira
  • termômetro retal
  • água oxigenada 3%
  • soro fisiológico
  • garrafa de água fresca
  • difenidramina (Benadryl)
  • cobertores e toalhas
  • cordão de nylon para contenção
  • cortador de arame
  • alicate
  • enchimento de algodão
  • pinça
  • guia para cães


Vamos começar aprendendo como conter corretamente um cachorro ferido e assustado, pois essa será a primeira coisa que você terá que fazer antes de tratar a maioria dos casos.
Um cão ferido normalmente está com dor e muito assustado e a não ser que se sinta muito seguro com a sua presença, pode tentar fugir ou até mesmo morder você. Portanto, é importante usar as dicas a seguir para abordar um cachorro ferido.

 

  • Aproxime-se do cachorro lentamente, falando em um tom de voz tranqüilizador.

  • Chegue perto do cachorro sem tocá-lo.

  • Abaixe-se perto dele. Continue falando e observe seus olhos e expressão facial: se o cão estiver com os olhos bem abertos e rosnando, NÃO tente fazer carinho; se o cachorro estiver tremendo, com a cabeça baixa e com cara de "sorriso", faça carinho nele para que se sinta mais calmo, começando embaixo da mandíbula. Se ele permitir, faça carinho na cabeça.

  • Passe uma guia ao redor de seu pescoço. Use qualquer material disponível: uma corda, uma gravata, um cinto ou um pedaço de pano.

  • Se você estiver sozinho, prenda a guia em algum objeto fixo, como uma cerca. Puxe o cachorro para perto desse objeto e amarre a guia de maneira que ele não consiga mexer a cabeça.
  •  Faça uma focinheira para sua maior proteção: com um pedaço longo de corda, tecido ou uma gravata, faça uma volta ao redor do focinho do cachorro e faça um nó simples embaixo do queixo; puxe as pontas para cima e amarre atrás das orelhas com um laço.

  • Se estiver sozinho, siga para a seção tratamento.

     


Se tiver um assistente

  • Se possível, coloque o cachorro sobre uma mesa ou outra superfície alta.

  • Se o cachorro for pequeno, segure sua coleira com uma mão e coloque seu outro braço por cima das costas ao redor do corpo. Ao mesmo tempo, puxe a coleira para cima e erga o corpo do cachorro, apoiando o peso no seu corpo.

    passo 8c
    2006 Publications International, Ltd.

  • Se o cachorro for grande, passe um braço por baixo do pescoço, apoiando sua garganta na dobra do seu braço. Veja se ele pode respirar bem. Coloque seu outro braço por baixo da barriga do cachorro. Erga com ambos os braços.
  • Se o cachorro for muito grande, passe um braço embaixo do pescoço, segurando o peito na dobra do seu braço. Veja se ele consegue respirar bem. Coloque o outro braço por baixo do traseiro e apertando seus braços um contra o outro e erga o cachorro.
  • Peça para o seu assistente fazer o tratamento enquanto você segura o cachorro sobre a mesa.

     

 


Se você quer que o cachorro deite de lado

  • Fique em pé ou ajoelhe-se de maneira que o cachorro fique na sua frente com a cabeça a sua direita.
  • Por cima do corpo, segure a perna dianteira mais perto de você com a mão direita e a pata traseira mais perto de você com a mão esquerda.

    Passos 9d e 9e
    2006 Publications International, Ltd.

  • Empurre as patas para longe de você e deslize o cachorro apoiando sobre seu corpo.
  • Segure as patas dianteiras com a mão direita e as patas traseiras com a mão esquerda.
  • Segure o pescoço do cachorro para baixo gentilmente com seu braço direito.
  • Peça para o seu assistente fazer o tratamento.


Se você quer que o cachorro sente

  • Passe um braço por baixo do pescoço do cachorro apoiando a garganta na dobra do seu braço. Veja se ele está respirando bem.
  • Coloque o outro braço por cima das costas e ao redor da barriga.

    Passos 9d e 9e
    2006 Publications International, Ltd.

  • Apertando o cachorro contra o seu corpo, apóie o peso do corpo sobre as patas traseiras.
  • Peça para o seu assistente fazer o tratamento.
  • Se você quer que o cachorro fique em pé:
  • Passe um braço por baixo do pescoço do cachorro apoiando a garganta na dobra do seu braço. Veja se ele está respirando bem.
  • Coloque seu outro braço por baixo da barriga do cachorro.
  • Aperte o cachorro contra seu corpo e erga.
  • Peça para o seu assistente fazer o tratamento.


Saber conter um cachorro vai ajudar na maioria das situações de emergência. Agora vamos ver como levar um cão ferido ao veterinário.

Feinhos e queridos
Os cães exóticos podem parecer lindos aos olhos de seus donos, mas muitos deles resultam de cruzamentos inadequados e podem ter problemas de saúde.

Leia mais em VEJA.com