Plantando e mantendo arbustos

Autor: 
C. Burrell

Uma vez plantadas e estabelecidas, as plantas com tronco precisam de pouco cuidado, muito menos do que a maioria das plantas. Contudo, elas ainda têm algumas necessidades que não deixam de existir, como a proteção das raízes, a alimentação, a rega, o controle de pestes e a poda. Considere as dicas para o plantio e manutenção de arbustos.

Alguns arbustos com florescimento sazonal

Os arbustos a seguir florescem em determinadas épocas do ano:

primavera: azaléias, rododendros, marmelos ornamentais, cotoneaster, forsítea, fothergilla, lilás e viburno

verão: budléia, urze escocesa, espiréia azul, folhadeira, hidrângea, rosa de Sharon, mosto de São João,
potentilha e espiréia.

outono: budléia, rosa
de Sharon e hamamélis.

  • Retire raízes confusas e enroladas antes de plantar arbustos crescidos em vasos. Arbustos envasados preenchem o vaso com raízes, o que causa um emaranhado delas. Raízes novas podem continuar esse padrão destrutivo mesmo quando plantadas, caso as raízes velhas e enroladas não sejam removidas. Eventualmente a coroa pode ser estrangulada pelas próprias raízes. Utilize tesouras de poda afiadas para retirar raízes enroladas e para afrouxar raízes emaranhadas e densas. Liberar as raízes saudáveis na raiz principal, plantar o arbusto em solo saudável e manter o solo úmido favorece o crescimento vigoroso de novas raízes.
  • Encharque as raízes de arbustos com raízes expostas antes de plantar. Arbustos com raízes expostas são retirados do solo no outono ou primavera, toda a terra é retirada e são então enviados a clientes que realizaram o pedido por correio.
    Arbustos vendidos com raízes expostas incluem a abélia chinesa, o sanguinho legítimo, os cefalantos, os viburnos, algumas forsíteas, azevinhos e a beauty bush (Kolkwitzia amabalis), assim como cercas-vivas como a espiréia. Para garantir bons resultados após o plantio, não deixe que as raízes entrem no solo desidratadas. Uma hora em balde de água em temperatura ambiente é suficiente. Plante imediatamente após encharcar e mantenha úmido durante toda a primeira estação de crescimento.
  • Crie entalhos ao lado do buraco de plantio para facilitar a penetração da raiz. Em solos argilosos, buracos com laterais lisas podem secar a um ponto que fique difícil para raízes jovens penetrarem. Criar cortes no perímetro do buraco com a pá quebra a camada dura e cria aberturas onde as raízes podem atravessar.
  • Desbaste de um terço à metade dos galhos de arbustos com raízes expostas antes de plantar. Suas tesouras de poda irão se tornar uma de suas melhores ferramentas de plantio, auxiliando-o a deixar o arbusto com um balanço saudável antes do plantio.

    Quando arbustos são retirados do viveiro e processados para envio, perdem a maior parte das raízes de alimentação, as delicadas e jovens raízes responsáveis pela absorção de umidade. Até que o arbusto seja replantado e restabeleça novas raízes de alimentação, ele não conseguirá suportar todo o crescimento que já suportou um dia. A poda reduz os ramos para balancear a perda de raízes.

    Ao podar, comece removendo galhos velhos, fracos, danificados ou em excesso nas suas bases. Mas não corte o topo da planta indiscriminadamente. Os brotos na ponta dos galhos liberam hormônios que incentivam o crescimento da raiz e mantêm um padrão de crescimento ordenado e lento, duas qualidades desejáveis que vale preservar nos arbustos.

Quando arbustos são retirados do viveiro e processados para envio, perdem a maior parte das raízes de alimentação, as delicadas e jovens raízes responsáveis pela absorção de umidade. Até que o arbusto seja replantado e restabeleça novas raízes de alimentação, ele não conseguirá suportar todo o crescimento que já suportou um dia. A poda reduz os ramos para balancear a perda de raízes.

Ao podar, comece removendo galhos velhos, fracos, danificados ou em excesso nas suas bases. Mas não corte o topo da planta indiscriminadamente. Os brotos na ponta dos galhos liberam hormônios que incentivam o crescimento da raiz e mantêm um padrão de crescimento ordenado e lento, duas qualidades desejáveis que vale preservar nos arbustos.

Uma vez estabelecidas, as plantas com tronco necessitam de manutenção surpreendentemente baixa
2006 Publications International, Ltd.
Uma vez estabelecidas, as plantas com tronco necessitam de manutenção surpreendentemente baixa

  • Remova as flores dos rododendros híbridos e louros da montanha pelo talo para aumentar o florescimento do ano seguinte. Uma vez que as flores começam a definhar, use seu dedão ou indicador (ou tesouras de poda) para cortar o grupo de flores imaturas e moles. Apenas tenha cuidado para não danificar os brotos ou ramos próximos, que logo irão gerar novos galhos.
  • Considere alterar um arbusto crescido em excesso para uma árvore com várias hastes. Isso funciona bem com ameixeiras que estão florescendo, com o espinheiro preto, o agno-casto e os lilás, os quais podem todos crescer até 3,5 a 4,5 metros.

    Comece removendo ramos retos, pequenos e emaranhados para revelar uma gama grande de galhos maduros e maleáveis que podem servir como troncos. Remova os ramos laterais dos troncos a até 1,5 m do chão, criando a forma de uma árvore. Continue podando o quanto for necessário para manter os troncos livres de crescimento.



    Alguns arbustos com flores com fragrância
    Você pode usar determinadas espécies se busca adicionar alguma fragrância ao seu jardim.
    • Espiréia azul
    • Viburno burkwoodii
    • Budléia
    • Dafne
    • Lilás coreana
    • Lilás fantasia
    • Fothergilla
    • Viburno bola de neve com fragrância
    • Lilás francesa
    • Viburno coreano
    • Lilás Miss Kim
    • Folhadeira
    • Hamamélis
  • Cubra a madeira de buxo e outros arbustos sempre vivos e cheios de folhas com aniagem para se prevenir da queima de inverno. Quando o solo está congelado, o sol está brilhante e o vento está forte, plantas sempre vivas perdem umidade pelas folhas expostas, que não pode ser reposta através das raízes congeladas. A folhagem fica chamuscada em cor marrom e as hastes podem definhar ou, ainda pior, o arbusto todo pode morrer. A aniagem cria um tipo de casaco para o arbusto e garante que você terá uma bela planta esperando por você quando a primavera chegar. Isso também funciona com coníferas sempre vivas como a árvore da vida. Certifique-se de regar bem esses arbustos no
    outono para que eles tenham umidade suficiente armazenada.
  • Construa um quadro de arame ao redor dos arbustos delicados (as espécies mais suscetíveis a sofrer dano de inverno na sua região) e preencha-o com palha ou folhas para proteção contra o inverno. Assim como se protege uma caixa com objetos de valor, isso oferece isolamento do inverno mais rigoroso.
  • Não plante madeira de buxo e outros arbustos de caule frágil próximos da fundação da sua casa. Neve derretida, pesada e molhada ou blocos de gelo podem escorregar do telhado e esmagar os arbustos que vivem embaixo.

Paisagismo com arbustos

Você deve pensar que arbustos são "apenas mato verde", mas na verdade eles são muito mais. Arbustos existem em uma grande variedade de formatos e tamanhos, como muitos tipos diferentes de folhagem. Alguns arbustos produzem frutos e outros até fragrâncias. Não importa qual efeito você quer atingir, certamente haverá um arbusto adequado.

Arbustos rastejantes, como os juníperos, podem servir como cobertores para o chão sempre verde. Arbustos pouco densos como a espiréia e a potentilha misturam-se bem em quintais ou na frente de algo que foi plantado ao redor da casa. Arbustos redondos e mais largos podem ser agrupados para definir espaço ou criar privacidade. Cultivares mais compactos que amadurecem quando atingem cerca de 1,2 m de altura, como o viburno Newport, podem ser usados ao redor da casa sem nenhuma poda. Arbustos mais altos, como o viburno Allegheny, são mais bem mantidos a alguma distância da casa, onde não bloqueiam a vista. Eles são boas proteções para o perímetro de propriedade.

Arbustos podem acentuar o design de seus trajetos
2006 Publications International, Ltd.
Arbustos podem acentuar o design de seus trajetos

Arbustos verticais que são formatados como um pilar ou cone vertical, como o junípero Skyrocket, criam formalidade ou ênfase no jardim. Eles podem ser maravilhosos quando colocados em um dos lados de uma passagem ou de uma entrada para o jardim.

Utilizar uma mistura de formas de arbustos cria um design interessante que vai muito além das folhas e flores. E quando você também considera as outras qualidades que os arbustos têm a oferecer, você verá que eles são um recurso para qualquer tipo de jardim. Aqui vão algumas dicas para ajudá-lo a obter o que busca com os arbustos:

  • plante arbustos com flores com fragrância próximos a portas ou janelas para que seja possível aproveitar seu cheiro tanto dentro quanto fora de casa;

  • corte hastes de flores do seu arbusto e leve-as para dentro de casa para usar em grandes bouquets. Se você possuir grandes vasos que fazem encolher hastes anuais ou perenes normais, preencha-os com galhos largos de forsítea, lilás ou viburno, uma excelente maneira de celebrar a primavera;

  • plante arbustos que floresçam em sucessão à estação de crescimento. Pegue alguns arbustos que floresçam na primavera, verão e outono, então teste as possibilidades, usando outras plantas como personagens de apoio. Combine a cor de flor de um viburno com um grupo de narcisos. Ecoe a cor de uma azaléia com um vaso de tilápias cor de rosa;

  • plante um jardim de coníferas para ter um inverno divertido. Utilize planta sempre vivas com uma variedade de formas e cores de folhas diferentes: dourado, azul, cinza e verde. Em climas do norte, onde o inverno é mais longo, esse tipo de plantio faz o jardim brilhar.

    Arbustos viáveis incluem os abetos, pinheiros, cicutas, abetos vermelhos, urzes, juníperos, árvores da vida e falsos ciprestes. Viveiros especializados e catálogos têm abundância em outras coníferas menos comuns. Plante arbustos cônicos e verticais com formas baixas e amontoadas juntos. Adicione algumas coníferas espetaculares em forma de lágrimas para seu deleite e contraste folhagens azuis e cinzas com verdes e douradas. No verão, adicione algumas gramas anuais, perenes e ornamentais para variar.

Arbustos viáveis incluem os abetos, pinheiros, cicutas, abetos vermelhos, urzes, juníperos, árvores da vida e falsos ciprestes. Viveiros especializados e catálogos têm abundância em outras coníferas menos comuns. Plante arbustos cônicos e verticais com formas baixas e amontoadas juntos. Adicione algumas coníferas espetaculares em forma de lágrimas para seu deleite e contraste folhagens azuis e cinzas com verdes e douradas. No verão, adicione algumas gramas anuais, perenes e ornamentais para variar.

    Arbustos em vasos

    Qualquer arbusto resistente que você encontrar crescendo em um vaso no centro do quintal pode continuar a vida como uma planta de vaso na sua varanda, sacada ou entrada de casa.

    Utilize um vaso grande com solo adicional do tipo preferido pela planta. Posicione a planta e o vaso para a quantidade correta de sol ou sombra. Em climas frios, utilize vasos à prova de congelamento, como os de sequóia canadense ou plástico.

    Evite terracota, que pode quebrar se o solo congelar. Outros fatores a ter em mente são o tamanho e a densidade do arbusto e sua aparência em diferentes épocas do ano.

    Precisa de um pouco de altura na sua paisagem? Veja a próxima seção para dicas sobre como plantar vinhas no seu jardim.