Como lidar com o estresse no trabalho

O trabalho está entre as maiores causas de estresse em todo o mundo. Muitas pessoas desenvolvem sintomas agudos de estresse devido a dificuldades no emprego. Várias questões importantes estão envolvidas na questão, daí o impacto em nosso bem-estar físico e emocional.

Nosso emprego é essencial para a estabilidade das finanças, portanto, problemas no trabalho, ameaças de demissão ou rebaixamento de cargo afetam diretamente nossa sensação de segurança e estabilidade. Se tivermos pessoas que dependem economicamente de nós, como cônjuge e filhos, por exemplo, o estresse se agrava muito mais.


Foto: iStock.

Além disso, o emprego e a carreira estão ligados à nossa identidade, ou seja, ajudam a criar a imagem que temos de nós mesmos. Ao lidar com turbulências, nosso próprio senso de valor e auto-estima são abalados de alguma maneira.

O estresse no trabalho pode ter várias causas. Entre elas, podemos citar:

- Dificuldades em gerenciar o tempo diante da quantidade de tarefas

- Problemas de relacionamento (com chefes ou superiores, colegas ou clientes)

- Dificuldade em cumprir metas e alcançar objetivos

- Sentimento de que não tem capacidade para realizar o trabalho

- Falta de realização pessoal

Esses e outros motivos podem ser causas de estresse. É possível lidar com cada um, e voltar a se sentir satisfeito em sua vida diária. Saiba como:

- Gerenciamento de tempo:

Um dos maiores especialistas em gerenciamento de tempo no ambiente profissional, David Allen, autor do livro “Getting Things Done” (publicado no Brasil como “A Arte de Fazer Acontecer”), criou um sistema utilizado por pessoas de todo o mundo, de CEOs a donas de casa, de freelancers a pequenos empresários e autoridades, que ajudam a pessoa a realizar suas tarefas, organizar melhor sua lista de afazeres, identificar prioridades e cumprir metas. Tudo isso ajuda muito a diminuir o estresse.


Foto: iStock.

Ele recomenda cinco passos simples para “dar ordem ao caos”:

1. Capturar: reúna todas as coisas que estejam em sua mente no momento. Todos os projetos, profissionais e pessoais, e todas as tarefas, das pequenas às grandes: telefonemas, visitas, compras etc. Passe tudo para o papel.

2. Clarifique: processe todo o material coletado. Do que se trata cada item e qual seu nível de prioridade neste momento?

3. Organize: separe as tarefas, projetos e atividades em categorias, de acordo com sua natureza, prioridade, quantidade de tempo para ser realizada etc.

4. Reflita: reveja frequentemente suas metas.

5. Aja: realize as tarefas, das mais importantes para as menos prioritárias.

O sistema é simples, mas definitivamente funciona. Você pode saber mais no site do autor (em inglês).

- Problemas de relacionamento

Este é um dos problemas mais comuns e mais complicados de se resolver no ambiente de trabalho. Se você trabalha em um ambiente muito competitivo, ou com um código moral duvidoso, talvez a melhor opção seja mesmo procurar um outro emprego, com um ambiente alinhado aos seus valores pessoais, e que estimule a cooperação e o aprendizado em conjunto, ao invés da competição predatória, em que “vale tudo” para crescer dentro da empresa.

Segundo uma recente matéria publicada em um grande jornal do Rio de Janeiro, problemas de relacionamento estão levando as empresas a buscar a assessoria de psicólogos para lidar com a questão emocional dos funcionários e resolver conflitos. Entre as queixas mais comuns, estão a de funcionários antipáticos e mau-humorados, que prejudicam o clima no escritório.

Se seu colega de trabalho mau-humorado ou antipático lhe incomoda, talvez o melhor a fazer seja adotar uma postura de respeito em relação à pessoa, e focar nas suas atividades. Geralmente, essas pessoas sofrem com problemas que vão de depressão a ansiedade crônica, e manifestam esses sintomas no ambiente de trabalho.

Se o mau-humor ou antipatia do seu colega estão lhe prejudicando diretamente, você pode conversar com ele a respeito, e, em situações mais graves, pedir ajuda ao superior de vocês, sempre mantendo a imparcialidade e a educação. Exponha suas razões e procure resolver a situação da melhor maneira.

Caso seu chefe seja o mau-humorado ou antipático, a questão de complica, mas você ainda pode buscar apoio para lidar com o problema, seja de outros colegas ou de outros funcionários em cargos mais altos. De maneira geral, o melhor é não deixar que o mau-humor e antipatia de algumas pessoas lhe “contaminem”, e que você procure se relacionar com outros funcionários de bem com a vida, com quem você se identifique, não se envolvendo em conflitos no ambiente de trabalho.

O site de recursos humanos MSA afirma que, “gestos simples – como cumprimentar os colegas, trabalhar com bom humor e ter iniciativa – podem transformar positivamente o clima e tornar o dia a dia muito mais produtivo”. Faça sua parte para que o clima do seu escritório seja sempre o mais agradável para todos e com certeza colherá bons resultados.

- Dificuldade em cumprir metas e alcançar objetivos

Se você está com dificuldades de alcançar objetivos no trabalho, avalie as causas para o problema com sinceridade. Você está dedicando tempo e energia suficientes ao projeto? Se não, procure administrar melhor seu tempo. Caso não tenha realmente tempo suficiente para realizar a tarefa, converse com seu superior ou colegas, e peça ajuda. Talvez o prazo possa ser estendido ou a tarefa possa ser dividida em passos menores, com prazos mais curtos, facilitando sua realização. A colaboração de outras pessoas também pode ser fundamental.

Para realizar metas, também é importante adotar uma atitude flexível, percebendo o que precisa ser ajustado ao longo do processo e ouvindo com atenção o feedback de outras pessoas envolvidas, como clientes, fornecedores, chefes e colegas.

- Sentimento de que não tem capacidade para realizar o trabalho

Às vezes, recebemos um desafio no trabalho e não sentimos que temos condições de realizá-la, de acordo com nossas habilidades atuais. O melhor nesse caso é buscar se capacitar, realizando um curso ou treinamento específico, a fim de poder crescer na carreira, aceitando novos e constantes desafios. Você também estará investindo em seu currículo e ampliando suas chances de obter sucesso profissional, em qualquer empresa.

Se seu sentimento de incapacidade vem de insegurança emocional, pode ser uma boa ideia procurar algum tipo de terapia, em que você possa trabalhar esses sentimentos com calma.

Se você acaba de ser promovido ou de ingressar em um novo emprego e encontra-se no período de adaptação, a insegurança deve se dissipar com o tempo, à medida que você ganha mais experiência e se sente mais à vontade em sua nova posição. Se a insegurança persistir, procure ajuda o quanto antes.

- Falta de realização pessoal no trabalho

Cada vez mais, as pessoas estão conscientes de que fazer o que se ama é fundamental para obter o verdadeiro sucesso. Passamos grande parte de nossas vidas no trabalho, e realizar tarefas que não lhe trazem nenhuma satisfação é a receita certa para a infelicidade.

Procure oportunidades de carreira que lhe permitam usar seus próprios talentos, criatividade e competências da maneira que mais lhe traz alegria, bem-estar e satisfação. Se for necessário, comece seu próprio negócio em paralelo ao seu emprego atual, e quando se sentir seguro o bastante, peça demissão para se dedicar de corpo e alma ao seu sonho. Mas só faça isso quando realmente se sentir seguro, e quando sua nova empresa já lhe permitir se auto-sustentar.