Adotando um filhote

Autor: 
Consultant Dr. William Fortney

A maioria das pessoas pensa que iniciar com um filhote é a melhor opção, mas não é necessariamente assim. Cuidar de um filhote é um trabalho intensivo e pode durar pelo menos três anos para que ele esteja totalmente desenvolvido. Você tem crianças ou trabalha em tempo integral? Se for o caso, um cachorro adulto é a melhor idéia. Como você pode ver, a melhor maneira para que você e seu cachorro comecem bem é combinar o cachorro e as necessidades de vida dele com você e o seu estilo de vida.

Quando o filhote estará pronto para o seu dono?
Os filhotes são indefesos. Os seus olhos e ouvidos estão fechados e o seu dia todo consiste em se amamentar e dormir. Aproximadamente aos 14 dias, os olhos e os ouvidos se abrem e eles começam a processar o mundo de luz e som.

Ao atingir três ou quatro semanas de idade, eles começam a aprender a brincar. Nessa fase eles já podem se mover e conhecidos sinais de comunicação canina, como abanar o rabo, latir e uivar, acompanham suas interações com a mãe, o mundo e com todos os outros.

Esse ponto até mais ou menos as 14 semanas é conhecido como o período crítico de comportamento; que é quando os cachorros formam a principal base de seu comportamento por toda a vida. O contato com outros filhotes, a mãe e "em pequenas doses" humanos é fundamental durante o período crítico para garantir a socialização adequada. É por isso que a velha prática de enviar os filhotes para seus novos lares com sete ou oito semanas é totalmente favorável. A idade entre dois e três meses é a mínima para que um filhote esteja pronto para iniciar uma nova vida com uma adorável família.


Nem filhote é exatamente igual. Eles podem parecer idênticos, mas saiba que eles têm suas próprias personalidades. Mesmo que uma determinada ninhada seja conhecida por determinado tipo de temperamento, mas isso é somente um traço geral. Cada filhote irá desenvolver-se de acordo com sua própria personalidade, que também será afetada pela forma como ele será criado e de como são os seus pais. Em outras palavras, você não pode julgá-lo pela aparência, ou seja, somente por sua ninhada ou aspecto. Se esse fosse o caso, você solicitaria o cachorro ideal por e-mail. Em vez disso, você precisa usar sua cabeça - e seu coração - para ter certeza de que o cachorro que você irá levar para casa é uma boa combinação. O treinamento de um filhote não é diversão e deverá fazer uso de todas as precauções possíveis.

Provavelmente seja uma boa idéia começar a procurar filhotes algumas semanas antes de estar pronto para levá-lo para casa. Lembre que essa será uma relação a longo prazo (de acordo com o tempo de vida do cachorro). Se você encontrar o filhote perfeito na primeira tentativa, será ótimo; no entanto, a maioria das pessoas enfrenta frustrações até encontrar o seu cachorro "encantado". Não deixe que a paixão cega decida por você: observe-o quanto a sinais de problemas físicos. Um atestado recente de saúde é um bom início se deseja ter certeza de que o seu novo amigo ficará com você por um longo período de tempo. Aqui estão algumas dicas sobre o que você deve observar:

  • os olhos e o fucinho devem estar limpos e transparentes, e não vermelhos ou lacrimejantes;

  • o pêlo do filhote deve estar limpo e brilhante;

  • verifique o estômago do filhote. Todos os filhotes tendem a ter o estômago um pouco inchado quando estão com ele cheio, mas um filhote com um estômago visivelmente inchado tem uma grande chance de abrigar vermes;

  • verifique se ele apresenta secreção no ânus e tosse e espirro crônicos.

Se você for sensível, provavelmente irá levar o filhote, mesmo com todas as fragilidades. Mas saiba que um filhote doente tem mais probabilidade de apresentar doenças importantes quando adulto; portanto, as despesas com veterinário podem aumentar rapidamente. Se não tiver certeza de que pode arcar com essas despesas para um cão mais necessitado, não o faça. Há muitos cães saudáveis no mundo do que lares para eles, então você estará fazendo qualquer filhote feliz ao adotá-lo.

Avaliar a personalidade de um filhote demonstra bom senso acima de tudo. Há uma boa chance de que um filhote perspicaz e amigável será um cachorro inteligente e amigo, e de que um filhote tímido continuará sendo tímido. Se você comprá-lo de um criador, terá o direito de esperar que os filhotes sejam bem socializados e até mesmo acostumados com crianças, outros filhotes da casa e visitantes. A quantidade certa de carinho, exposição a uma variedade de sons e cheiros e a experiência de vida com humanos representam um longo caminho para que o filhote se torne um animal de companhia amigo e bem adaptado.

Isso significa que a sua melhor aposta em um cão de raça pura será aquele de um criador, criado em meio a tudo: crianças, aspiradores de pó, campainhas e a barulhos de panela na cozinha. Mantenha-se longe de criadores que criam seus cachorros em lugares fechados e isolados, que produzem dúzias de filhotes a cada ano, os quais podem ir diretamente de uma gaiola para outra em uma loja. Em geral, os filhotes criados em gaiolas não têm contato suficiente ou exposição a novas situações, bem como costumam comer, dormir e fazer suas necessidades na mesma área diminuta, o que vai contra os seus instintos. O resultado pode ser um cachorro tímido, medroso ou não socializável.

Um filhote que esteja bem socializado irá brincar feliz com outros filhotes, mas terá o mesmo prazer em subir na sua perna para receber carinho e aconchego. Assim que ele fizer isso, tente virá-lo e deitá-lo como se fosse um bebê. Se ele lutar contra, você saberá que ele é um dos filhotes dominantes da ninhada (a postura do ventre para cima é um gesto de submissão) ou que ele é menos confiável que os outros. Se ele não se importar de ser virado de barriga para cima, faça carinho nele. Se ele continuar não reclamando, você provavelmente terá mais problemas para convencê-lo de que você precisa parar.

O segredo é procurar um filhote que esteja interessado em você, bem como um em que você esteja interessado. E verifique mais de uma vez. Os cachorros podem alterar seu humor da mesma forma que os humanos; portanto, não deixe que as primeiras impressões influenciem a sua decisão; volte uma ou mais vezes (de preferência, em diferentes horários do dia) e verifique se os filhotes reagem da mesma forma.

Talvez adotar um cachorro adulto seja a melhor escolha para você. Saberemos os prós e contras na próxima seção.