Como cultivar vegetais

Autor: 
editores do Consumer Guide

Uma horta pode ser uma adição perfeita à sua paisagem. O cultivo orgânico de seus vegetais assegura uma produção saudável e você economiza nos altos preços dos vegetais cultivados organicamente na mercearia.

Ao pensar em como iniciar uma horta, a primeira coisa é a seleção das sementes e do local.

  • Faça sua horta em um local ensolarado e comece a cultivar comida no início da primavera. Continue plantando durante o verão de modo a ter sempre algo fresco e saboroso pronto para colher.
  • Faça a horta próxima da cozinha. Dessa forma será fácil sair e colher algumas coisas que você precisa e você também poderá vigiar sua horta pela janela. A colheita dos tomates deve ser feita depois que eles ficam vermelhos, essa é a melhor forma de garantir que estão no ponto.

  • Umedeça as sementes para que germinem mais depressa. Antes de germinar, as sementes precisam ficar úmidas, como se tivessem recebido as chuvas de primavera. Assim que se tornam inchadas e gordinhas, o pequeno embrião dentro delas começa a crescer.

Sementes como brócolis, repolho e rúcula utilizam eficientemente a umidade e germinam rapidamente sem a necessidade de umedecer antes. Porém, os vegetais de germinação mais lenta como as sementes de salsa e nabo beneficiam-se do umedecimento. Umedeça as sementes com água à temperatura ambiente durante várias horas ou durante a noite toda, porém não se esqueça delas. Drene e plante-as imediatamente.

  • Utilize tendas cheias de água em volta dos vegetais recém plantados para protegê-los do frio. Você pode comprar folhas de plástico baratas de tubos conectados que, quando cheios de água, formam paredes auto-portantes em volta das sementeiras. As paredes transparentes permitem que o sol alcance as plantas enquanto a água aquecida pelo sol permanece morna durante a noite.

  • Ao invés de plantar diretamente na horta, comece com mudas grandes cultivadas na janela ou compradas em viveiros para obter resultados mais rápidos, principalmente em locais de clima mais frio. Esta estratégia funciona muito bem com vegetais frágeis como tomates para salada e pimenta-malagueta, que demoram para amadurecer e são sensíveis ao frio.

Procure mudas cultivadas em recipientes grandes (verifique se há um conjunto de raízes forte e bem desenvolvido) com folhas verdes saudáveis e constituição forte. Evite mudas finas e supercrescidas.

Pepinos saborosamente frescos na trepadeira.
2006 Publications International, Ltd.
Pepinos saborosamente frescos na trepadeira

Lembre-se de que nem todas as mudas precisam ser transplantadas. Pepinos, morangas, abobrinhas, abóboras e cabaças desenvolvem-se melhor quando plantadas diretamente ou a partir de mudas jovens plantadas cuidadosamente para minimizar danos às raízes.

  • Plante mudas compridas mais fundo (até o primeiro conjunto de folhas) para fornecer um bom começo ao ar livre. As mudas plantadas dentro de casa ou em estufas lotadas (locais com iluminação insuficiente) podem desenvolver caules fracos, estéreis que irão tombar no jardim. Desde que cresçam a partir de um único caule (ao invés de um conjunto de folhas) e sejam plantadas em um solo bem drenado, as mudas podem ser submergidas um pouco mais profundamente para fornecer mais suporte.

Para mudas de caules flexíveis como os tomates, é melhor utilizar valas horizontais ao invés de verticais. É mais aquecido e tem melhor ventilação do que em solo mais profundo, encorajando um bom crescimento das raízes e desenvolvimento mais rápido.

  • Mantenha as lagartas afastadas das mudas utilizando o rolo de papelão dos rolos de papel higiênico. As lagartas, que são lagartas de mariposas, arrastam-se pela superfície do solo, comendo as bases tenras dos caules de mudas jovens e cortando os brotos nas raízes.

Após plantar, coloque um tubo de papelão de 7,5 cm de comprimento em volta da muda. Pressione o tubo para baixo até que esteja metade enterrado, impedindo dessa forma os ataques subterrâneos. Assim que a muda tiver crescido, você pode remover o papelão.

  • Rasgue a parte superior e inferior dos recipientes de turfa ao plantar seus vegetais. Esses recipientes, que devem se degradar quando submersos no solo, nem sempre se quebram durante o primeiro ano em que são plantados. Isto faz com que as raízes fiquem presas em seu interior. Para piorar ainda mais a situação, se a borda da turfa ficar acima da superfície do solo, ela pode secar e roubar umidade do solo e das raízes à sua volta. Os problemas com os recipientes de turfa podem ser resolvidos com facilidade rasgando a parte superior e inferior do recipiente antes de plantar. Isto ajuda a eliminar o perigo de secar e dá às raízes uma maneira de escapar se o recipiente não se degradar.

  • Plante na vertical para economizar espaço. Ao invés de deixar os feijões, pepinos, melões e morangas se esparramarem na terra, você pode deixar que eles subam por uma treliça ou um caramanchão.

  • Adicione altura à horta com uma tenda coberta com trepadeiras de feijões e ervilhas. Este economizador de espaço funciona de modo similar a uma treliça, porém tem uma aparência diferente. Faça a tenda com seis ou oito postes de 1,80 de altura amarrados na ponta. Plante feijões, feijões-de-lima ou ervilhas em volta de cada poste e eles irão se enrolar até o topo.

  • Coloque na lateral das plantas de longa produção como tomates, berinjelas e pimentas, um fertilizante bem balanceado para mantê-las produzindo. Após a primeira colheita, espalhe fertilizante granulado em volta das plantas, depois revolva a terra de leve e regue bem. Os nutrientes extras podem encorajar o crescimento de novas flores e o desenvolvimento dos frutos depois disto.

  • Utilize jornal coberto com palha entre as fileiras da horta para eliminar ervas daninhas e reter umidade. Esta dupla dinâmica funciona melhor do que cada um em separado. No final da estação de cultivo, revolva o papel e a palha no solo para degradar.

  • Plante melões e pepinos na pilha de composto. Eles podem crescer ali de qualquer forma se você jogar as frutas na pilha no outono. Compostos ricos em nutrientes, umidade e calor parecem ter o melhor efeito nas trepadeiras de melão e pepino.

  • Amplie a estação de colheita no outono com culturas de repolho, couve de bruxelas e brócolis com uma camada de palha. Embora nunca tenha estado na moda, a palha conserva o calor eficientemente.

Coloque fardos ou pilhas de palha em volta das plantas, deixando o lado sul aberto para o sol. Tratadas desta forma, estas plantas naturalmente resistentes ao frio podem permanecer em boas condições no final do outono ou mesmo no inverno em climas mais amenos.

Descubra os melhores métodos para cultivar aspargos, feijões e pepinos na
próxima seção.