Jardinagem em vasos

Autor: 
C. Burrell

Provavelmente, nem uma outra forma de jardinagem é mais versátil do que a jardinagem em vasos. Cultivar plantas em vasos torna possível fazer jardinagem em situações em que não há quintal nem solo disponível: um terraço, um balcão, um deck, uma saída de emergência ou até mesmo uma área de concreto.

A jardinagem em vasos pode ser a solução ideal para pessoas com limitações físicas que as impedem de trabalhar no nível do solo. Pode também ser a resposta para os que contam apenas com solos problemáticos. Para qualquer um, o cultivo de plantas anuais em vasos pode oferecer uma dimensão extra do prazer de jardinagem, tanto em áreas externas no verão e internamente no inverno.

A jardinagem em vasos possiblita cultivar várias plantas, colocadas exatamente onde você quer que fiquem.
2006 Publications International, Ltd.
A jardinagem em vasos possiblita o cultivo de plantas exatamente onde você quer que elas fiquem

O que é essencial na jardinagem em vasos é que sejam capazes de conter terra bem como permitir que o excesso de água escorra. Tenha em mente que as plantas se desenvolvem mais rapidamente em grandes quantidades de solo, porque o nível de temperatura e umidade flutuam menos, pois o volume de terra aumenta. A menos que o jardineiro tenha extrema vigilância, as plantas têm maior probabilidade de sofrer com secas ou superaquecimento quando plantadas em vasos pequenos.


/>

Plantando em vasos

Basicamente, você pode começar sua jardinagem em vasos com qualquer combinação de recipientes, escolhendo a mistura perfeita de plantas que você quer cultivar. Coloque o vaso onde ele terá a quantidade ideal de sol e sombra. Você deve regar quando faltar água da natureza e agendar a fertilização.

É assim mesmo? Bem, não bem assim. Leia a seguir para obter dicas mais específicas que o ajudarão a fazer um belo jardim em vasos.

Faça uma camada de pedras pequenas para cobrir o furo de drenagem no vaso.
2006 Publications International, Ltd.
Faça uma camada de pedras pequenas para cobrir
o furo de drenagem no vaso

  • Para que as plantas cresçam bem em vasos, uma boa drenagem é fundamental. Os furos de drenagem precisam ser cobertos para que a terra fique bem colocada; pedaços de cerâmica quebrados, uma tela fina ou um filtro de café são boas escolhas. Você pode também adicionar uma camada de pedras pequenas, perlita, ou areia grossa no fundo do vaso. Em áreas internas ou em varandas, em que a água que escorre do vaso causaria algum dano, coloque uma bandeja embaixo do vaso para coletar o excesso.

    Se estiver usando um vaso decorativo sem furos para drenagem, coloque um pote com furinhos dentro dele, onde ficará a planta. Levante o potinho interno com uma camada de pedras para que fique acima do nível da água. Usar turfeira no espaço entre os vasos interno e externo proporciona um isolamento para ajudar a estabilizar as temperaturas do solo.

    />
  • Esterilize vasos antigos com uma solução de água sanitária a 10%
    antes de usá-los para outras plantas. Guardar os vasos de flores, vegetais, poinsétias e até mesmo arbustos transplantados para o jardim é uma ótima forma de economizar. Mas você tem que certificar-se que eliminou quaisquer pestes e doenças que podem ter ficado ali.

    Comece lavando o excesso de terra, pedaços de raiz e outros fragmentos com água morna e sabão. Misture 1 parte de água sanitária com 9 de água e use a solução para enxaguar o vaso. Enxagüe novamente e o vaso estará pronto.

    />
  • Faça uma terra personalizada para o vaso. Utilize uma mistura para vasos com turfa como base (funciona bem para plantas internas, mudas e plantas semelhantes). As misturas com turfa não ficam tão compactas como a terra, o que é uma grande vantagem em vasos. Porém, elas têm poucos nutrientes e são propensas a secar mais rapidamente, complicações estas que podem ser minimizadas com misturas para vasos especiais.

    Para fazer uma mistura mais rica para flores anuais ou plantas perenes, como o lírio-amarelo, você pode misturar 2 partes de mistura de turfa com 1 parte de adubo composto. Para um solo mais fértil, que retenha umidade, para plantar tomates ou alface, agregue 1 parte de mistura de turfa a 1 parte de terra de jardim e 1 parte de adubo composto. Para uma mistura mais leve para mudas ou suculantas e cactos, adicione 1 parte de areia grossa ou perlita a 1 parte de mistura de turfa.

    />

  • Faça a mistura prévia dentro de um carrinho de mão cheio de mistura de turfa. Se você tem muitas plantas que precisam ser trocadas de vaso, ou gosta de colocar mais do que apenas alguns vasos ou floreiras de verão na parte externa da casa, isso economizará tempo e esforço. Se você comprar a mistura de turfa e outros componentes em embalagens maiores, também economizará dinheiro.

    Folhagens para vasos
    Essas plantas ficam ótimas quando são misturadas com flores em vasos:

    • tinhorão 
    • crótons 
    • orelhas de elefante 
    • samambaias
    • aspargo-rabo-de-gato 
    • coléus 
    • begônia rex 
    • hostas
    • linho da Nova Zelândia
    • gerânios perfumados 
    • artemísias
    • planta-aranha 
    • heras

  • Umedeça previamente a mistura de turfa em um recipiente grande ou em um carrinho de mão. Umedecendo a mistura previamente, que absorve uma grande quantidade de água, você garante que haverá umidade suficiente para as novas plantas.

    Geralmente, utiliza-se uma mangueira de jardim para essa tarefa. Borrife uma quantidade generosa de água, e faça a umidade penetrar na mistura de turfa usando uma colher de pedreiro (ou uma enxada, se a quantidade for grande). Continue a adicionar mais água até que a turfa fique unida em uma bola úmida. Agora está pronta para ir para o vaso. Não deixe que fique encharcada.

    />

  • Use gel de retenção de umidade para reduzir a necessidade de regar, especialmente quando estiver usando misturas que secam rapidamente, como turfa como base. Esse tipo de gel - polímeros, na verdade - se parecem com cristais quando estão secos e fechados na embalagem.
    Mas quando você adiciona água, ficará surpreso de vê-los incharem em uma grande massa de pedaços de gelatina. Você pode misturar o gel nas misturas de turfa, seguindo as instruções de mistura da embalagem.
  • Tenha uma sucessão de novas flores surgindo em vasos a cada nova estação e sua casa e jardim nunca ficarão sem cor. Na primavera, aprecie flores de meia-estação, como bulbos, prímulas e amores-perfeitos. No verão, cultive plantas perenes e anuais delicadas como beijos e begônias. No outono, aprecie as de floração tardia, como ásters, flores-do-campo e gramas ornamentais.

Cuidados com plantas em vasos

O cuidados com as plantas em vasos requerem pouco tempo, mas exigem um pouco de atenção todo dia. A seguir, apresentaremos dicas para manter seu jardim em vaso bem desenvolvido.


  • A umidade da terra precisa ser verificada todas as manhãs. Quando o tempo está seco e ventando, pode ser até que você precise verificar a umidade de manhã e de noite. Para testar o nível de umidade, esfregue uma pequena quantidade da terra da superfície de cada vaso entre o indicador e o polegar. O ideal é que você regue cada planta antes que o solo fique seco. Por outro lado, a terra não pode ficar constantemente encharcada, pois as plantas ficarão afogadas. Portanto, é necessário controlar o nível de umidade com muita consciência.

    Para ter certeza de que a água atingiu todo a terra do vaso, coloque água até a borda várias vezes, permitindo que a terra fique encharcada. Se não sair água dos furinhos de drenagem, coloque mais. Repita esse processo até que a água comece a pingar do fundo do vaso.

  • Para manter as plantas com vigor e para encorajar uma floração abundante, remova os botões de flores mortas imediatamente. Ao mesmo tempo, verifique se há sinais de insetos ou problemas de doenças. Uma vez a cada dez dias ou duas semanas, coloque uma leve solução de fertilizante na água e regue.

    Materiais para vasos
    Você pode escolher qualquer tipo de vaso que deseje, não importa do que seja feito. A seguir, apresentamos algumas das melhores opções:

    • plástico
    • argila
    • cerâmica
    • fibra de vidro
    • latão
    • bronze
    • lata
    • pedra
    • cimento
    • cedro
    • sequóia canadense
    • fibras compactadas
    • turfa compactada
  • Coloque um tubo de PVC estreito perfurado no centro de um vaso de morangos ou recipiente maior antes de preencher ao redor dele com mistura de turfa. Quando precisar regar as plantas, coloque a mangueira no cano com cuidado, e a água irá cair de cima para baixo, de dentro para fora, levando a cada planta uma quantidade igual de água.

  • Use fertilizantes de liberação lenta para manter as flores crescendo e florescendo. Como as misturas de turfa contêm pouco ou nenhum nutriente natural, o crescimento das plantas dependerá de um suprimento freqüente de fertilizante. Os fertilizantes de liberação lenta continuam trabalhando vários meses por ano, dependendo de sua fórmula.

  • Vede a parte inferior dos pratos de argila com poliuretano para mantê-los bem fechados. Assim podem ser usados com segurança em cima de assoalhos e tapetes, ou, ao invés de comprar pires de cerâmica, você pode comprar pratos de plástico que se parecem com cerâmica. Mesmo sentando pertinho do vaso, é difícil notar a diferença.

  • Coloque os vasos de argila e plástico na garagem antes da chegada do inverno. Desta forma, não racharão e quebrarão quando ficar mais frio.

  • Embrulhe recipientes e vasos difíceis de carregar em plástico para protegê-los. Faça isso em um dia seco de outono, fechando bem o plástico para que não entre umidade em cima, embaixo e dos lados. A umidade se expande quando congela. Isso faz com que os recipientes de terracota, cerâmica e até mesmo pedra sintética quebrem e rachem.

  • Armazene os vasos embaixo de uma lona para protegê-los em climas mais amenos. Assim, você economiza espaço da garagem ou porão e mantém os vasos à mão para quando precisar deles na primavera.

  • Procure por vasos que tenham sistema de irrigação se você não permanecer em casa tempo suficiente para impedir que as plantas em vasos sequem (ou se você esquecer de regá-las por um ou dois dias). Esse tipo de vaso tem um reservatório de água embaixo que é conectado ao vaso por uma corda absorvente. Quando a terra começa a secar, a corda puxa mais água do reservatório.

     />


Vasos criativos


Os vasos que você usa podem ser simples ou elaborados, como você desejar. Vasos de argila ou plástico; caixas de madeira, plástico ou metal; potes decorados de cerâmica, terracota, alabastro ou ferro fundido; baldes de plástico ou metal reciclado, estruturas de arame com musgo, uma cesta de carrinho de bebê, vasos para pendurar, sacolas de fios de plástico - qualquer um desses pode ser usado. Deixe sua imaginação correr solta!


Acrescente cor a sua varanda colocando floreiras em toda a volta dela com plantas anuais.
2006 Publications International, Ltd.
Acrescente cor a sua varanda colocando floreiras em toda a volta dela com plantas anuais

  • Utilize floreiras para iluminar sua casa com flores e dê altura aos jardins que as cercam. Floreiras elegantes podem conter flores que combinem com as cores de cortinas, tapetes, arbustos ou persianas. Outra opção é cultivar ervas como tomilho, manjericão e salsa nas floreiras da cozinha.

    As floreiras são recipientes versáteis que não são apenas úteis nos peitoris das janelas. Elas podem também ficar penduradas em trilhos de varandas, perfiladas nas paredes, marcar a borda de uma sacada ou delimitar um passeio. Coloque-as no lugar em que você deseja cor sem criar um canteiro.


    Pendure cestas em galhos de árvores e aumente o jardim de vasos para o pátio todo.
    2006 Publications International, Ltd.
    Pendure cestas em galhos de árvores
    e aumente o jardim de vasos para o pátio todo

  • Cestas penduradas são outra fonte infinita de cor. Você pode agrupá-las em diferentes alturas em uma varanda; pendure-as em galhos de árvores ou use meias-cestas para dar vida a uma parede ou uma cerca. Você pode ainda criar pilares de cor pendurando cestas em um cabide velho ou outro suporte reciclável.
  • Plante flores anuais em um saco grande de terra de turfa para ter um jardim rápido e fácil em uma sacada. Este método, normalmente utilizado na Inglaterra/>/>, é uma grande novidade por aqui e será assunto para conversa:



    Coloque o saco no chão onde deseja um mini jardim. Faça pequenos furos no fundo. Você pode cortar uma abertura grande na parte superior para várias plantas, deixando que se misturem em um esquema decorativo, ou faça vários furos para plantas individuais para um jardim de vegetais e ervas anuais.



    O embrulho de plástico ajudará a manter a terra úmida. Mas quando ele começar a secar ou precisar de fertilizante solúvel em água para revigorar as plantas, derrame água cuidadosamente ou o fertilizante para umedecer o saco inteiro.
    />/>
    Depois de decidir o tipo de jardim em vaso que você deseja cultivar, ainda terá que pensar em que tipo de flor colocar nos vasos.
    Na próxima seção, falaremos sobre jardinagem com flores anuais e perenes.