Como consertar um miniforno

Autor: 
Fix-It Club

Os minifornos ou fornos elétricos de mesa funcionam de modo semelhante às torradeiras. Contudo, um forno é mais complexo e costuma ser mais caro. O custo mais elevado significa que os consertos são mais justificáveis. Você provavelmente pensará duas vezes antes de jogar no lixo um miniforno. Além disso, como os fornos são menos compactos, eles costumam ser mais fáceis de manipular do que as torradeiras.

Alguns minifornos torram só pão e produtos alimentícios semelhantes na horizontal, e não na vertical, como as torradeiras. Outros fornos elétricos de mesa nada mais são do que minifornos. As diferenças são identificadas pelo número de watts - os grills requerem mais watts para funcionarem - e pelos controles. Alguns minifornos permitem assar e grelhar alimentos, oferecendo controle exato da função e da temperatura.

Como funcionam os minifornos

Para usar um miniforno, ligue os controles, abra a porta, coloque o alimento em uma bandeja e feche a porta. Se definido para tostar, o termostato regula os elementos calefatores superiores e inferiores como indicado pelo controlador de cor. Se definido para assar ou grelhar, o termostato regula os elementos calefatores como indicado pelo controlador de temperatura e, possivelmente, por um cronômetro.

Há vários modelos de minifornos, cada qual com características próprias. No entanto, a maioria funciona da mesma maneira e pode ser diagnosticada e consertada aplicando-se as sugestões a seguir.

Cross section of a toaster oven
2006 Publications International, Ltd.
Seção transversal de um miniforno

Como consertar um miniforno

Entre os consertos comuns em minifornos estão a manutenção da chave principal, do fusível, do elemento calefator e do solenóide.

Manutenção da chave principal:

 a chave principal do miniforno é uma peça operacional importante, muito usada e quase sempre responsável pelos problemas deste eletrodoméstico. Em muitos casos, basta limpá-la. Em outros, deve ser trocada. Para ter acesso e substituir a chave principal, siga as instruções abaixo.

/>

1) Remova o painel lateral e, se necessário, o cabo elétrico.

Resolução de problemas em minifornos
Você está com dificuldade em descobrir exatamente o que está errado com seu miniforno?  Clique aqui (em inglês) e veja um quadro de resolução de problemas que o colocará no caminho certo.

2) Verifique os pontos de contato para ver se há corrosão ou descoloração.
Se eles não estiverem fazendo bom contato, esfregue-os cuidadosamente com lixa de papel bem fina, depois limpe-os com limpador de contato
elétrico em spray ou cotonete embebido em álcool isopropil. Tome cuidado para não dobrar nem desalinhar os contatos.

3) Se os contatos estiverem fundidos ou com as folhas quebradas, remova e substitua a chave principal. A chave principal é presa à base com clips, parafusos ou rebites.

Manutenção de um fusível:

 o/>

fusível protege a chave principal do miniforno de danos causados por uma sobrecarga elétrica. Se a chave principal não funcionar, teste o fusível usando um multímetro. O fusível deve mostrar continuidade e não um circuito aberto. Se defeituoso, remova-o e substitua por um de capacidade idêntica. Na maioria dos modelos, isso significa cortar os fios ou condutores do fusível e substituir toda a unidade./>

/>

Alguns minifornos usam um termostato bimetálico ou corta-corrente térmico para proteger a chave principal adjacente de qualquer dano. Veja se há sujeira, distorção ou descoloração. Limpe a sujeira com uma lata de ar comprimido. Se necessário, limpe os pontos de contato com lixa de papel.

Manutenção de elementos calefatores:

/>

um elemento calefator é vital para o miniforno. Ele pode ficar ligado só alguns minutos para torrar o pão ou, no caso de uma unidade para assar ou grelhar, talvez fique ligado uma hora ou mais de cada vez. Um elemento calefator é simplesmente um fio de alta resistência que brilha quando a eletricidade flui através dele. Portanto, elementos calefatores são fáceis de testar./>

/>

1) Determine se há ou não um caminho livre para a corrente elétrica, testando cada extremidade do elemento com um multímetro.

2) Se não houver um caminho livre, remova o elemento calefator. Essa remoção pode ser tão simples quanto desparafusar ambas as extremidades e qualquer braçadeira de apoio; contudo, ela talvez exija a remoção e substituição de rebites. Assim, a decisão de substituir um elemento defeituoso dependerá da facilidade de removê-lo, bem como do valor do miniforno.

The two dark rods along the base of this toaster are the heating elements.
2006 Publications International, Ltd.
As duas hastes escuras ao longo da base deste forno são os elementos calefatores

3) Depois de remover o elemento calefator, substitua-o por um de mesma estrutura e capacidade. Tome muito cuidado para não distorcer a forma do novo elemento ao instalá-lo. Os fios dos elementos são frágeis e podem se danificar com facilidade. Elementos com grande número de watts têm fios de bitola maior, como o elemento no forno convencional.

Manutenção de um solenóide:

 o/>

solenóide liga e desliga a corrente elétrica que chega aos elementos calefatores. Se os elementos calefatores ficarem ligados por mais tempo do que deveriam e queimarem os alimentos ou se a abertura da porta do aparelho os desliga, é provável que o solenóide esteja defeituoso.

/>

1) Verifique se a unidade apresenta danos visíveis e se há cheiro característico na área que circunda o solenóide indicando dano aos componentes.

2) Use um multímetro para verificar suas constatações.

3) Substitua o solenóide. Em algumas unidades, isso é simples. Basta desparafusar as braçadeiras e remover a unidade. Se a troca da unidade requer corte ou remoção de solda, procure a assistência técnica autorizada.

O que combina com aquela torrada quente com manteiga? Uma xícara de café quente, é claro. Então, o que você faz quando a cafeteira elétrica não quer cooperar mais com sua rotina matinal? Veja as sugestões na próxima página.