A tinta

Autor: 
Melissa Russell-Ausley

A tinta é um líquido ou uma pasta que vem em diversas cores (em geral preta ou azul), e é utilizada para escrever e imprimir. É composta de um pigmento ou um corante dissolvido ou disperso em um liquido chamado de veículo.

De acordo com a Enciclopédia Britânica (site em inglês), tintas para escrita datam de 2500 a.C., e eram utilizadas nos hieróglifos encontrados no Egito antigo e na China. Consistiam de negro-de-fumo moído em uma solução de cola ou goma. O resultado da mistura era moldado em forma de varetas e deixado para secar. Antes de serem utilizadas, as varetas eram misturadas com água.

 Tinta antiga
  • negro-fumo - uma fuligem fina em pó depositada em combustão incompleta de materiais carbônicos e usada principalmente como pigmento para tintas, esmaltes e tintas para impressão
  • tanino - uma substância à base de plantas, solúvel em água e de rápida adesão utilizada especialmente em curtimento, tingimento ou fabricação de tinta
  • sulfato ferroso - um sal de ferro (FeSO4)

Veja também Outras informações sobre tinta antiga (site em inglês).

Fonte: Merriam-Webster Online

Sucos, extratos e suspensões de substâncias de plantas, animais e minerais de várias cores também foram utilizados como tintas, incluindo a alizarina, o ombú, a cochonila e a sépia. Durante muitos séculos, uma mistura de sal de ferro solúvel com um extrato de tanino era utilizada como tinta para escrita e, hoje, é a base das tintas azul e preta.

As tintas modernas de secagem rápida em geral contêm três elementos:

  • o veículo
  • ingredientes de coloração
    • pigmentos
    • agentes
    • laca
  • aditivos

O veículo de tinta pode ser de base vegetal (semente de linho, resina, ou óleos extraídos da madeira), o qual seca mediante a penetração e a oxidação, ou à base de solvente (como o querosene), que seca por meio da evaporação. Este veículo é uma solução levemente preto-azulada, e o traço feito com essa tinta é de difícil leitura.

Para tornar a escrita mais escura e legível, os ingredientes de coloração (corantes) são adicionados. Os ingredientes de coloração podem ser pigmentos, que são partículas finas e sólidas fabricadas a partir de substâncias químicas, que em geral não dissolvem em água e são levemente solúveis em solventes, podem ser agentes, e são fabricados a partir de substâncias químicas e solúveis tanto em água como em solventes ou podem ser lacas, criadas por meio da fixação de agentes de coloração em alumínio pulverizado.

O preto, a cor de tinta padrão, é derivado de um pigmento orgânico, o carbono. Os pigmentos coloridos são compostos inorgânicos do crômio (amarelo, verde e laranja), molibdênio (laranja), cádmio (vermelho e amarelo) e ferro (azul).

Os aditivos estabilizam a mistura e dão à tinta outras características desejáveis. Dependendo do meio pelo qual a tinta é fabricada (canetas, gráficas e impressoras) e o material a ser impresso, as proporções mudam.

No caso da caneta esferográfica, a tinta é muito espessa e seca rápido. É espessa para que não vaze pelo reservatório, mas fina o suficiente para reagir à gravidade. É por isso que uma caneta esferográfica normal não escreve com a ponta virada para cima. Precisa da gravidade para puxar a tinta para a esfera.